9.12.20

O Coração do Mundo

O Coração do Mundo || Disponível a partir do dia 10 de dezembro de 2020 
Crítica por Marcelino Nobrega 

Imagem: Reprodução

Filme russo de 2018, esse longa metragem da diretora Natalia Meshchaninova é um estudo de personalidade de um rapaz atencioso, gentil e solitário que trabalha como veterinário para uma família que vive de treinar cães de caça. Nesse mundo cruel onde raposas são torturadas como alvo de caça dos cães, o rapaz Egor acaba se aproximando da família que o emprega, criando vínculos de amizade com o patrão turrão, a esposa bonachona, a filha bonita e o neto travesso. 

Interpretado pelo ator Stepan Devonin, casado com a diretora do filme Natalia Meshchaninova, o personagem, de certo modo misterioso, é capaz de atos de bondade extrema, como cuidar de um cão ferido, como de rompantes de violência, ás vezes apresentando comportamentos imaturos e magoando-se com facilidade. É um outsider e, como tal, cria uma empatia com o público que fica curioso a respeito dessa vivência tão incomum. No decorrer do filme é que vamos descobrir as razões desse comportamento e que traumas cercam sua vida. 

Imagem: Reprodução

Os coadjuvantes são muito interessantes e as relações entre eles vão criando uma família disfuncional, mas que de certo modo se acolhe e se protege. Quando acontecimentos externos ao grupo desequilibram essa harmonia tão estranha, é que vemos o quanto esse amor e carinho esdrúxulos funcionam e ampara seus membros. Sem muitos acontecimentos, o filme pode parecer tedioso para muitos espectadores. Mas para quem gosta de dramas psicológicos, personagens complexos, dinâmicas familiares, é uma boa pedida. São personagens que ao mesmo tempo que irritam, comovem; no mesmo instante que causam asco, nos fazem refletir sobre a fragilidade do ser humano e as complexas relações familiares. 

Uma das boas opções do Festival de Cinema Russo, é um filme que não é para todos os públicos, mas que leva no seu final à uma boa reflexão sobre as pessoas e suas vidas interiores tão surpreendentes. Filme esquisito, mas interessante! Assistam! Nota 7,5/10.

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram: @dnisin

© Seja Cult. Design by FCD.