18.10.20

O Problema de Nascer

O problema de nascer || Estreia em breve 

Crítica por Helen Nice 

 

Imagem: Divulgação

 

Dirigido e co-escrito por Sandra Wollner, esta produção Áustria-Alemanha chega à Mostra Internacional de Cinema de São Paulo já taxado como "polêmico". O filme estreou no 70º Festival Internacional de Cinema de Berlin causando desconforto por conter cenas provocativas entre um homem e a androide que tem as feições de sua filha de 10 anos. Apesar do desconforto causado, o filme recebeu o Prêmio Especial do Juri na seção Encontros. Lena Watson faz o papel androide Elli, uma réplica perfeita construída por Georg (Dominik Warta) a quem ela chama de pai, para substituir a filha desaparecida, interpretada por Jana McKinnon

 

A androide é programada com memórias e lembranças de fatos e situações importantes para seu humano, mas que nada significam para ela, além de repetições. Apesar de não ter emoções humanas, Ellie chora e diz que não consegue dormir por causa da tempestade. A ficção é uma espécie de Pinóquio às avessas. As imagens da androide nua foram geradas por computador. Um filme provocativo e desconcertante. Há cenas tão perfeitas que até se esquece que se trata de uma androide. Para o pai é apenas diversão. Mas se Ellie foi feita para substituir a filha... como era o relacionamento deste pai com uma criança de 10 anos? Constantemente a androide repete que "mamãe nunca teria deixado. Mas ela não precisa saber de tudo." Até que ponto isto não normatiza a pedofilia? 

 

Num segundo momento, a androide se perde na mata, é resgatada na estrada e levada para viver com uma senhora que a trata como o irmão Emil, falecido ainda pequeno, vítima de um acidente. Mais uma vez a culpa e o resgate de algo do passado. Ellie/Emil seria a personificação das memórias traumáticas de seus donos. Uma espécie de muleta para trazer de volta pessoas desaparecidas no passado. Mesmo com cenas de conotação sexual, este filme fala sobre sentimentos, retrata o apego humano e a dificuldade se superar. Se provocar era a intenção deste filme, certamente foi bem sucedido!

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.