24.9.20

O Bastardo

O Bastardo || Disponível nas plataformas digitais 
Crítica por Helen Nice

Imagem: Youtube

O Bastardo, produção belga, com direção e roteiro de Mathie Mortelmans chega essa semana às plataformas digitais. Na trama, Nina (Tine Reymer) e seu marido Filip (Kuen De Bouw) tem dois filhos, Daan (Spencer Bogaert) e Robbie (Arne De Tremerie) e vivem confortavelmente em uma casa com piscina. Na noite de formatura do filho mais velho, os garotos exageram nas comemorações e no consumo de álcool. Ao voltarem para casa de carona com um amigo um grave acidente acontece, ceifando a vida de Robbie. A tragédia tira o chão de toda a família e dois anos após o ocorrido ainda não conseguiram reestruturar a vida. A mãe, com sintomas graves de depressão, abandonou o trabalho como médica e passa os dias se arrastando e lamentando a falta do filho. O pai distante, justifica sua ausência com viagens a trabalho, que na verdade escondem algo mais. 

Um dia, por acidente, mãe e filho conhecem um jovem sem teto Radja (Bjarne Devolver) e Nina vê no rapaz um substituto para o filho perdido. Neste ponto o roteiro se torna um tanto quanto surreal, pois dificilmente alguém em sã consciência levaria um completo estranho para casa. Mesmo afirmando ter investigado os antecedentes do rapaz, ainda assim a situação não se justificaria. Mesmo assim o jovem Radja entra para a família sem fazer cerimônias. Situações bizarras começam a acontecer dando indícios de que Radja tem sérios problemas comportamentais e de personalidade. E nem assim ele é afastado da casa... sempre ficando por mais um tempo. Radja dá sinais de ser um psicopata e esconder um passado de crimes e abusos. Dann, que parecia um bom filho, tem também uma válvula de escape perigosa e contrária às leis locais. Resumindo: de perto esta família não é nada normal. 

O roteiro tem pontas soltas e a trama não se sustenta como deveria. Diálogos fracos deixa tudo bem superficial. A conclusão também é bem incoerente. Mais um filme que não me surpreendeu.

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.