15.7.20

O Desafio

O Desafio | Disponível nas plataformas digitais
Crítica por Bárbara Ellen


Jay Jackson (interpretado por Bart Edwards), aparentemente de bom caráter e boa pessoa, está vivendo a sua vida como qualquer outro quando, de repente, é sequestrado de sua própria casa e acorda preso com mais algumas pessoas em um ambiente assustador impossibilitadas de sair. Tudo que se sabe nesta hora do filme é que alguém está os torturando. Sem saber de nada, os presentes no local são obrigados a torturar uns aos outros na esperança de liberdade e de que o momento acabe. Ao mesmo tempo em que outra história também é contada.

Em algum lugar, vemos a vida de um garoto que foi sequestrado e obrigado a viver com um homem de aparência estranha, Credence (interpretado por Richard Brake) e que tem um abatedouro de porcos. O garoto, Dominic, passa por terríveis provações. Desde comer carne crua a aprender a cuidar da casa como o Credence espera. O filme todo se passa basicamente nesses dois cenários em que vamos descobrindo o que aconteceu com Dominic e os motivos de Jay e os demais prisioneiros estarem nessa situação apavorante de tortura e de humilhações.

Assistir O Desafio te lembra vagamente de Jogos Mortais, onde temos um personagem central que se acha no direito de punir os outros por seus erros. Com uma pequena diferença, é claro. A ideia central do filme é muito boa, mas acho que o desfecho dos personagens ali presentes poderia ter sido melhor. Não recomendo para quem tem o estômago fraco, pois algumas cenas de tortura não são censuradas. O Desafio foi dirigido por Giles Anderson e contém a participação de Robert Maaser (1917) e de Harry Jarvis (Um passado presente).

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.