18.5.20

Sanditon - iTV

Quem segue o site no instagram sabe que eu passei o último fim de semana comentando nos stories sobre a minissérie Sanditon. Como ela é pequena, apenas 8 episódios, acabei de ver e vim comentar o que achei. A produção é da iTV, foi a primeira vez que vi uma adaptação deles, e é baseada no romance inacabado da autora inglesa Jane Austen. Sanditon foi escrita em 1817 e conta com 12 capítulos, parando onde o personagem Sidney Parker, já explico quem ele é, aparece. Então fica no imaginário de quem lê como este livro termina. Daí, que a série da iTV adapta esses 12 capítulos e finaliza o livro de acordo com o roteiro de Andrew Davies. A série, lógicamente, é de época e se passa em Sanditon, um balneário no litoral da Inglaterra.


No começo do primeiro episódio a protagonista Charlotte Heywood (Rose Williams) ajuda os donos de Sanditon, Sr. e Sra. Parker, quando eles sofrem um acidente. Como forma de agradecimento, eles convidam a jovem para passar uns tempos no balneário, na casa deles. A Charlotte é uma moça não convencional, tendo opinião forte, e ações que não condizem com as damas da época, como caçar e jogar críquete. Uma típica mocinha da Austen. Quando ela chega em Sanditon logo se envolve com as questões do balneário, que passa por sérios problemas financeiros devido a falta de visitantes. Ela também vai conhecer Sidney Parker, personagem de Theo James. Eles não vão se entender logo de cara; ele é rude com ela, fechado. Enquanto ele a acha intrometida. 

Além do núcleo principal, outros dois são interessantes de comentar. Sidney tem uma moça aos seus cuidados, Georgiana Lambe (Crystal Clarke), uma jovem negra que ao chegar no balneário causa espanto pela cor da pele. Primeira vez que Austen escreve um personagem negro. Lady Denham (Anne Reid) é uma senhora rica que vive no balneário e é uma das investidoras do empreendimento. Três parentes dela tentam arrancar um pedaço de sua herança, mas a velha é dura na queda. Prestem atenção na relação dos irmãos Sir Edward Denham (Jack Fox) e Esther Denham (Charlotte Spencer). Eles arquitetam uma forma de ser um dos herdeiros e possuem uma intimidade estranha. O que liga todos os personagens é o fato deles estarem em Sanditon e as imagens do lugar são muito bonitas, com o mar de fundo. Eles aproveitaram isso para fazer várias cenas na praia, como jogos e banhos de mar. Foi interessante ver como as mulheres tomavam banho no mar naquela época, com uma espécie de casa de banho indo até um pedaço do oceano e elas saindo de lá um pouco menos vestidas do que antes, mas ainda assim muito vestidas. As cenas de dança nessas adaptações sempre me encantam e com as que a série têm não foram diferentes.


Essa adaptação é considerada ousada para os padrões de Jane Austen, pois ela tem uma sensualidade que normalmente não vemos em outras produções de seus livros. Lembra muito os romances de época que lemos atualmente, com cenas mais sensuais e personagens menos travados. A mim não incomodou, pelo contrário, achei uma boa opção de entretenimento. Porém, é com tristeza que digo que a série termina na primeira temporada mesmo, sem uma continuação, o que me faria imensamente feliz. Devido a baixa audiência, não foi viável investir em novos episódios, o mesmo que aconteceu com Anne. Apesar disso vale totalmente a pena ver. O crescimento da protagonista, os amigos que ela faz, o desenvolvimento dos outros núcleos e a expectativa de saber se  Charlotte ficaria ou não com Sidney me fizeram ver de uma vez.

Para finalizar o final, a grande questão dessa série e que causou burburinho entre os fãs ano passando, quando foi exibida. Como é uma adaptação de um livro sem final, o roteirista escreveu o final que ele achava melhor. Porém, muita gente não gostou. Não vou falar explicitamente sobre o final para não dar spoiler, mas eu acho que esse não seria um final que a autora teria dado pois não combina com os outros romances dela. Eu particularmente fiquei mais surpresa do que gostei ou não, e mesmo querendo uma segunda temporada, a primeira finaliza bem tudo o que ela se propôs. Só ficou na minha cabeça que a Austen teria dado mais enredo para a Charlotte, que esse seria apenas o começo de sua jornada. Mas, infelizmente, isso não vai acontecer e temos que nos conformar com o que foi proposto pela iTV ou imaginar algo diferente.

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.