29.5.20

A guerra de Anna

A guerra de Anna | Disponível em Cinema Virtual
Crítica por Bárbara Ellen


Ambientado na Segunda Guerra, A guerra de Anna nos faz participar da fuga e da luta de uma garotinha de seis anos para sobreviver depois do assassinato brutal de toda a sua família permanecendo como a única sobrevivente. O filme todo é basicamente ambientado em um só lugar e nós acompanhamos a saga da Anna (interpretada por Marta Kozlova) que encontra abrigo no lugar mais improvável possível, no covil dos nazistas. E passa a viver sob condições sub-humanas encontrando refúgio e vontade de viver após encontrar um pequeno amigo. 

O começo é um pouco arrastado, mas o fato de você ter que adivinhar muitas coisas que acontecem na troca de cenas acaba deixando o filme muito mais interessante. O enredo é tocante e acredito que qualquer pessoa que assista vai sentir a agonia que era viver naquela época em meio ao caos vendo as tentativas de se alimentar e de tentar escapar.

A guerra de Anna é um retrato cruel do que as crianças judias passaram e do que o ser humano é capaz de fazer quando se existe preconceito e pessoas para reforçarem certos estereótipos e quando não se existe respeito, empatia e uma educação que nos faça saber que todos somos iguais. Sério, assistam.

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.