18.2.20

A Fúria e a Aurora # 1 || Renée Ahdieh


Depois que li O fogo entre a névoa da Renée Ahdieh e adorei, fiquei louca para ler os outros livros dela lançados por aqui. A fúria e a aurora é o primeiro de uma duologia, que eu já li e decidi fazer as resenhas separadas porque as opiniões foram bem diferentes. Nesse livro, inspirado no clássico As mil e uma noite, conhecemos Sherazade, uma jovem que perdeu a melhor amiga, Shiva, e quer vingança. Todos os dias Khalid Ibn Al-Rashid se casa com uma moça que morre ao alvorecer. No começo da estória Sherazade se voluntaria para o casamento, só que ela tem um plano. Assim como a Sherazade clássica a de A fúria e a aurora também conta estórias para se manter viva. Ela para nas partes mais importantes e vai ganhando tempo.

O enredo do livro não é tão simples quanto dizer que uma moça escapa da morte contando estórias. Por trás dos assassinatos existe uma maldição e um romance que vai nascer da convivência. Sherazade pensa que Khalid  é um monstro, um garoto que tem prazer em matar as mulheres com quem casa. Quando ela começa a descobrir que há mais por trás disso, suas convicções vão caindo por terra e ela embarca em uma nova jornada: a de quebrar a maldição e ficar com Khalid para sempre. Só que essa maldição não envolve só Khalid e sim o bem-estar da cidade no qual o livro se passa. Então por vezes ele precisa pensar no que é melhor para os outros do que para ele.

Não fomos feitos para ser solitários, Sherazade. Quanto mais uma pessoa afasta os outros, mais evidente se torna a sua necessidade crítica de ser amada.


A Renée escolheu um jeito bem interessante de contar essa estória, que a de deixar a gente descobrir as coisas junto com a Sherazade. Não tem uma introdução, logo no primeiro capítulo tem o casamento e a partir daí as descobertas. O livro é narrado em terceira pessoa acompanhando vários personagens, desde Sherazade e Khalid, até a irmã e o pai da protagonista. São vários núcleos de estórias que se ligam por essa maldição. A Sherazade é uma menina muito determinada, forte e com um senso de lealdade que a cega em muitos momentos. Ela também se entrega bastante, quando gosta de alguém defende até o fim. Khalid é um jovem misterioso e frio, que foi renegado pelo pai e carrega sozinho o peso de decidir o que é melhor para uma cidade. Ele nem sempre vai ser amável, mas é uma boa pessoa.

A ambientação do livro é outra coisa que chama a atenção. Desde O fogo entre a névoa eu já tinha percebido que a Renée faz uma pesquisa muito extensa nos seus livros e aqui não foi diferente. Ela faz a gente se sentir no deserto com a descrição das comidas, vestimentas e costumes. Tem cenas de ação também típicas da região, como suas lutas de espadas. Essa estória também tem toques de sobrenatural, forças ocultas que envolve o maldição e poderes de alguns personagens. Aqui provavelmente é só o começo disso e no segundo deve se desenvolver melhor, mas tem algo de diferente na Sherazade. Ela não é "normal". Dos personagens secundários, o que envolve o amigo dela, Tariq, me interessou bastante. Espero que algo bom seja reservado a ele.

Gostei bastante deste livro, porque a Renée usou só uma inspiração em As mil e uma noites para construir sua própria estória. Tem mais do que o clássico apresenta e isso a gente vai descobrindo lendo; aqui não tem nada daquela introdução dos fatos. As informações vão sendo reveladas com o decorrer da narrativa. O romance é envolvente e eu torci pelo Khalid desde o começo. Eu tenho uma queda pelos homens sofridos que precisam de ajuda. O Khalid precisa de alguém que lute ao seu lado para quebrar a maldição, que esteja ali para ele, já que a mãe morreu cedo e o pai não é presente. Tem romance, aventura, ação e fantasia, então acaba sendo um livro com uma pitada de vários gêneros, o que tende a agradar mais leitores. Pelo menos foi o que aconteceu comigo.

Sherazade não se importou. Porque esse era um beijo de decisão. O beijo de compreensão.Para um casamento sem pretensão. E um amor sem formato definido.

A Fúria e a Aurora # 1
Renée Ahdieh
Globo Alt: Facebook

Links comissionados para compra:
Amazon/Submarino/Americanas

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

Acompanhe no Instagram

© Seja Cult. Design by FCD.