Slider

Paulo de Tarso e a História do Cristianismo Primitivo

3.10.19

Paulo de Tarso e a História do Cristianismo Primitivo || Estreia em 3 de outubro de 2019
Crítica: Helen Nice

"Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos, sem Amor, eu nada seria."

Paulo de Tarso é um personagem de suma importância nos estudos dos primórdios do Cristianismo. Os Apóstolos que conviveram com Jesus limitaram-se a pregar a palavra do Senhor em terras da Palestina. Paulo mesmo não tendo conhecido o Divino Mestre, iniciou um trabalho de evangelização que ultrapassou fronteiras chegando à Grécia e Roma e suas cartas enviadas à comunidades distantes, ainda hoje são consideradas os alicerces da Doutrina Cristã. Paulo de Tarso é considerado o Pai do Cristianismo. Paulo tomou para si a tarefa de falar de Amor a povos distantes e estranhos, sem ganhar nada por isso e muitas vezes sendo recebido com ataques físicos e verbais, prisão e ameaça de morte.

O filme Paulo de Tarso e a História do Cristianismo Primitivo é um doc drama inspirado na obra Paulo e Estevão, obra esta psicografada por Chico Xavier, ditada pelo espírito de Emmanuel, publicada em 1941, que conta o período histórico de 34 dC até 64 dC, provável ano em que Paulo faleceu. O filme narra em forma de imagens, locais e fatos históricos o trabalho, a persistência e a inspiração do Alto que Paulo teve para falar ao povo e fundar em vários locais suas igrejas, criando uma era de trabalho fraterno e ajuda aos necessitados. A narrativa começa com Saulo, um fariseu fanático, doutor da Lei, perseguidor de cristãos e totalmente contrário à Doutrina cristã que dá seus primeiros passos, tendo uma visão de Jesus às portas de Damasco e sua posterior conversão ao cristianismo. Arrependido de seus atos radicais, dentre eles o apedrejamento de Estevão - mártir do cristianismo - Paulo muda sua postura e atende ao chamado do Mestre.

Com amor Paulo espalha palavras divinas e se redime das faltas cometidas. Um homem criado com as ideias rígidas da doutrina teológica do Judaísmo, ferrenho perseguidor dos cristãos, teve que rever seus conceitos e dedicar o resto de sua vida em defesa do Cristianismo. Dirigido por André Marouço, tem no elenco Alexandre Galves (Paulo de Tarso), Caio Blat (Euzébio), Ana Ariel, Renato Scarpin, entre outros. A película mostra a vida e obra de Paulo de Tarso - o Apóstolo dos Gentis - e será lançada exatamente hoje, uma data importante para os adeptos da Doutrina; 03 de outubro, dia do nascimento de Alan Kardec. O mundo precisa conhecer a obra e ultrapassar as paredes das casas espíritas e o cinema é uma ótima maneira de divulgação. Assista!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.