Slider

A Tabacaria

4.9.19

A Tabacaria || Estreia em 5 de setembro de 2019
Crítica: Helen Nice


Baseado no romance best seller internacional "The Tobacconist", de Robert Seethalec, que vendeu mais de 500.000 cópias na versão em alemão. Uma história que fala sobre amadurecimento, sobre a tomada do poder na Áustria pelos nazistas e sobre uma bela amizade com o mundialmente famoso Sigmund Freud. É uma obra de ficção que retrata o período da Guerra já bastante explorado pelo cinema, porém aqui sob uma outra ótica. Franz é um jovem de 17 anos que vive com a mãe em um vilarejo pacato às margens do idílico Lago Attersee. A mãe o criou sozinha e não quer que o filho encare o trabalho duro como os outros jovens, por isso o manda para a cidade grande para aprender um ofício em uma tabacaria com um velho amigo da juventude.

Ela queria que ele tivesse a chance de ter um futuro melhor, mas não pensou na realidade que o filho enfrentaria devido às mudanças imensas que o mundo estava passando. Franz curioso e completamente ingênuo, chega à Viena pré guerra e a princípio não se dá conta da gravidade da situação. Para ele o trabalho na tabacaria é uma oportunidade temporária, mas o regime bárbaro dos nazistas começa a mostrar sua face e povoar os sonhos e pesadelos do rapaz. O dono da tabacaria, Otto Trsnjek, o recebe como um pai e mentor que lhe ensina tudo sobre o ofício de ser tabaqueiro. O único contato que o rapaz terá com a mãe será através de postais e cartas onde ele conta a rotina, nem sempre real, da cidade grande.


Franz faz amizade com um senhor que vem ás vezes comprar charutos. Ele é nada mais, nada menos que Sigmund Freud, que lhe fala sobre suas teorias sobre amor e libido e lhe pede que anote seus sonhos e pesadelos. Por se tratar de ficção, essa amizade não está registrada, porém é totalmente plausível. O mundo está mudando politicamente e o garoto está crescendo e conhecendo a dor e o amor de maneira crua e cruel. Franz se apaixona pela dançarina Anezka, com quem tem suas primeiras experiências sexuais. Porém ,a garota precisa sobreviver e se aproxima de quem lhe oferece sustento e segurança política. A dura realidade do regime nazista e o amadurecimento do rapaz são passados de forma real e dolorosa. As mensagens nos postais nos remetem à vida pacata do Lago que em breve também será afetada pelo regime. Os sonhos, como nas teorias de Freud, nos mostram o inconsciente turbulento de alguém que vê a Áustria fervilhar e a perseguição aos judeus bater às portas da humilde tabacaria.

Klaus Richter criou o primeiro roteiro adaptando o enredo do livro para o filme, porém veio a falecer e Nikolaus Leytner deu sequencia a obra criando o roteiro final. Com Simon Morzé, Bruno Ganz, Johannes Krush e Emma Drogunova, A Tabacaria chega aos cinemas nesta quinta (5) e realmente merece ser visto.

Um comentário:

  1. muito bacana ficar por dentro desse lançamento, adorei sua resenha e com certeza vou querer assistir

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.