Slider

Mormaço

7.5.19

Mormaço || Estreia em 9 de maio de 2019
Crítica: Helen Nice


Apresentado nos festivais na Alemanha, Holanda e França e no Festival de Gramado, chega esta semana aos nossos cinemas o aclamado "Mormaço" da cineasta Marina Meliande. O filme foi destaque no 3o Rio Fantastik Festival. Traz no papel principal a defensora pública Ana (Marina Provenzzano) que vê a triste realidade daqueles a quem representa se transformar em sua própria realidade. Ela trabalha para os moradores da Vila Autódromo no Rio de Janeiro, que estão sendo ameaçados de perder suas casas devido à construção do Parque Olímpico.

A construção da Vila Olímpica causa grande impacto na vida destas pessoas, que lutam para manter suas humildes moradias. Ana vive sozinha em um apartamento no centro do Rio e repentinamente se encontra na mesma situação, prestes a perder sua moradia, pois o prédio será demolido para a construção de algo mais moderno. No decorrer do filme vamos vendo como os impactos da especulação imobiliária atinge a vida da advogada e sua saúde física e emocional.


O filme passa, então, do plano real para o simbólico e joga com metáforas que levam o espectador da fantasia ao terror. O pesadelo real de perder a moradia se instala no corpo da personagem, causando até uma certa sensação de mal estar e estranheza. A alegoria toma forma e os minutos se tornam horas no horror que vive a personagem. Mormaço é para os fortes na medida que mostra um lado angustiante da vida destas pessoas que lutam com todas as forças para preservar o pouco que possuem e manter alguma dignidade.

Uma doença que médico algum dá jeito se instala na alma e toma corpo e forma se transformando na própria personagem ao mesmo tempo que um grande amor nasce. Somado ao calor sufocante do Rio e a misteriosa doença, Mormaço causa angústia e incômodo enquanto denuncia o drama de cada morador. O filme é uma crítica social em sua essência. Qual o preço a se pagar pelo suposto progresso? Confira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.