Slider

O Gênio e o Louco

9.4.19

O Gênio e o Louco || Estreia em 25 de abril de 2019
Crítica: Karla Nayra

Quando leio não sou perseguido, sou quem persegue a luz” - William Chester Minor

Chega aos cinemas, em 25 de abril, a história do surgimento do dicionário de Oxford. Colocando dessa forma parece até um filme chato, mas não é. A trama é, na verdade, sobre o encontro de duas mentes. De um lado, o protagonista James Murray (Mel Gibson), professor que decide reunir todas as palavras e seus significados. Do outra uma ajuda inesperada, Dr. William Chester Minor (Sean Penn) de um asilo para criminosos com transtornos mentais contribui com mais de 10 mil inscrições.

O filme é um ode ao conhecimento. Cada palavra, cada significado representam uma viagem para o universo das letras. Trata-se de um mergulho para dentro da mente de homens que foram conectados pela busca insaciável pelo saber. É possível perceber uma mensagem filosófica na projeção, o saber pode ser a cura. Sim, a cura contra a ignorância em todos os níveis. O filme busca retratar a beleza e a vivacidade das palavras. A linguagem sempre se reinventará, pois ela é viva e só a é por ser produzida por seres vivos. O diretor Farhad Safinia faz um trabalho primoroso aqui, pois consegue contar a história da criação de um dicionário de forma lírica e comovente. Eu me emocionei em várias cenas, fui capturada pela narrativa.


O filme possui um bom ritmo e um progressão bem construída, especialmente até o encontro de Murray com William. Aliás o arco desses personagens são a pura expressão do talento de Gibson e Penn. Um destaque para o arco dramático da personagem Eliza, interpretado por Natalie Dormer, que nos surpreende de forma muito positiva. Este é um filme para os amantes da leitura e do conhecimento. Tanto pela dimensão histórica como pela narrativa adotada. Se você gosta de filmes como “Uma Mente Brilhante”, certamente vai gostar deste. Eu, particularmente além de me emocionar por diversas vezes senti a alma elevada. Vale o ingresso!

CURIOSIDADE

A obra é baseada no livro publicado em 1998, "O Professor e o Louco". Um projeto que já estava na gaveta de Mel Gibson, pois ele adquiriu os direitos após o filme “Coração Valente” colocá-lo em um dos pontos altos de sua carreira. Todavia, o projeto começou a sofrer inúmeros contratempos o que só possibilitou ser concluído agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.