Slider

O Bom Partido || Curtis Sittenfeld

22.3.19


O Bom Partido é o lançamento de fevereiro do selo Essência, Planeta, e é uma releitura moderna de Orgulho & Preconceito, um dos meus romances favoritos. Aqui acompanhamos uma família Bennet bem diferente do original. Primeiro que eles são dos Estados Unidos, segundo que Liz e Jane estão na faixa dos 40 anos, o que eu adorei. Como eu já passei dos 30, foi mais fácil me aproximar delas estando não só no mesmo tempo como também em idade aproximada. Tanto Bingley quanto Darcy são médicos nesse contexto. Eles se mudam para a cidade em que a família Bennet mora e conhecem Jane e Liz em um churrasco. Elas moram em Nova York, mas vão para Cincinnati quando o pai sofre um infarto.

As suas voltam para a casa dos pais, para cuidar dele, e passam pela pressão da mãe de se casarem. Isso não mudou. A sra. Bennet faz de tudo para casar as cinco filhas. Sua preocupação é com as duas mais velhas, Liz e Jane, que já estão chegando/passando dos 40. No churrasco vai ter aquele desentendimento entre Liz e Darcy e Bingley e Jane se encantam um pelo outro. Mas tem um fato interessante sobre Bingley, ele é meio que uma celebridade, pois já participou de um reality de namoro chamado Bom Partido. O propósito do programa é encontrar sua alma gêmea, mas com Bingley não aconteceu. Não vou entrar em mais detalhes sobre o enredo para não dar spoiler.


O livro é narrado em terceira pessoa com a impressão de que estamos escutando essa estória de alguém. O Darcy ainda é o Darcy. Mesmo atual e médico, é sarcástico e distante; também mais velho. Por um momento tive a impressão de que ele teria asperger, mas deve ser só impressão mesmo por ele ser deslocado socialmente. A Liz é jornalista numa revista, viajada, só que enquanto tem uma antipatia por Darcy ela se envolve com um cara casado. Então os personagens aqui não são aqueles imaculados e quase perfeitos, eles são reais e erram, muito. Nem por isso a graça do livro é menor. Como disse, é mais fácil pra gente se colocar no lugar dos personagens desse livro do que no original. É como se aquele fosse impossível de acontecer, mas aqui pode ser que eu encontre meu Darcy um dia.

Outro ponto da relação de Liz e Darcy que diverge do original é o seu envolvimento. Não daria para fazer uma versão moderna de Orgulho & Preconceito com os dois se envolvendo só no casamento. Então eles ficam juntos num determinado ponto do livro, só que não é um relacionamento comum. A Liz fica confusa em se envolver com um cara que ela antipatiza, que demonstra não gostar muito dela. Só que como as coisas com o cara casado não dão certo e outras coisas envolvendo sua família também estão dando errado, ela topa um sexo raivoso, que vocês vão saber quando ler. A Caroline, irmã do Bingley, aparece aqui e será sua rival como no original, tentando separá-la de Darcy.


É bom dizer que embora seja uma releitura e tenha coisas diferentes, muito diferentes, o básico é igual ao livro original. As divergências entre o sr. e a sra. Bennet, ela querendo casar as filhas, uma das irmãs é mais ligada aos livros, outras duas avoadas, a Jane com sua beleza, Liz inteligência e orgulho e assim por diante. A parte moderna diz respeito a personalidade e algumas situações envolvendo os personagens. Alguns exemplos, uma das meninas faz inseminação artificial e outra se envolve com um transexual. O tom da narrativa alterna entre dramas e comédias. Ler sobre as dificuldades financeiras e todas as confusões é divertido e melancólico ao mesmo tempo.

Esse livro só não ganhou 5 estrelas no skoob por causa do seu começo arrastado. Demorei uns dias para superar todas as explicações e entrar mesmo no enredo, mas quando isso aconteceu a leitura fluiu muito bem. Por mais que a gente imagine que vá terminar como o livro original, quis ler rápido para saber como isso se daria, como Liz e Darcy contornaria as situações dessa autora para ficarem juntos. Quando fui marcar que tinha lido no skoob descobri que o livro é o quarto de alguma série que não consegui achar quais são os primeiros, mas gostaria de ler. Foi uma versão madura e interessante.

O Bom Partido The Austen Project # 4
Curtis Sittenfeld
Editora Essência: Facebook/Instagram

Onde comprar (link comissionado):
Amazon

Um comentário:

  1. Oi Denise!
    Eu também adoro Orgulho e preconceito e até ler tua resenha, embora tenha visto algumas fotos do livro, não tinha sacado a releitura. Eu gosto quando a história usa a base, mas também adapta o enredo com temas atuais, fiquei curiosa para saber mais de Jane e Liz na faixa dos 40, acredito que também vou me identificar com esse ponto, e os dilemas dos pais. A pilha de leituras é imensa, mas quem sabe no futuro eu consiga incluir ele num mês, talvez até temático.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.