Slider

O verão que mudou minha vida || Jenny Han

18.2.19


Depois que me apaixonei pela trilogia Para todos os garotos que já amei, que li ano passado e está toda resenhada no site e instagram, me programei para ler em 2019 as outras duas trilogias de Jenny Han que tenho na estante. Quando a Intrínseca relançou a trilogia O verão, achei que seria oportuno ler ela já que estamos no verão. As minhas edições são as antigas, da Galera Record, que consegui de trocas no skoob. Não pretendo me desfazer delas para adquirir as novas, confesso que não gostei das capas da Intrínseca, são óbvias demais. "Ah, o livro se passa na praia, então vamos lá colocar conchas".

Eu vejo O verão que mudou minha vida como uma preparação para Para todos os garotos que já amei. Quem leu as duas trilogias vai perceber que a construção é a mesma, mas com todo o resto diferente. São duas adolescentes, envolvidas por dois garotos, passando por dramas da idade e descobrindo quem são e quem querem ser. Nessa trilogia do verão acompanhamos a Belly, que desde sempre passa os verões na casa de veraneio da amiga da mãe junto com os filhos dela, Conrad e Jeremiah. Sendo a única menina do grupo, ela é deixada de lado pelos meninos que só passam alguns momentos ao lado dela. Fora que o irmão de Belly também faz parte desse clube do bolinha.

Eu media a minha vida em verões, como se realmente só começasse a viver em junho, quando chegava àquela praia, àquela casa.


Mesmo não participando de tudo, Belly sempre espera o verão. Ama a época e as férias que passa ao lado deles. Ela nutre uma paixão por Conrad e é muito amiga de Jeremiah, então já dá para saber de onde vem o triângulo amoroso. A estória começa com a Belly indo passar o verão do seu aniversário de 16 anos e ela está decidida que dessa vez vai ser diferente, como de fato foi. Pela primeira vez Belly tem um namorado durante esse período, conhece um garoto bacana e passa bastante tempo com ele. Só que sua paixão por Conrad atrapalha um pouco as coisas, porque pela primeira vez também, parece que ele retribui esse sentimento. E ainda tem Jeremiah, que vai colocar as cartas na mesa e dizer o que sente. A vida de Belly vai mudar depois desse verão.

A Belly narra o livro alternando passado e presente. O passado conta situações importantes que a marcaram de alguma forma durante os verões. Seu primeiro beijo, quando descobriu que gostava do Conrad, as memórias que tem ao lado de Susannah. Ela é a mãe dos meninos e como se fosse uma segunda mãe para Belly. A relação das duas também muda durante esse verão em que a estória se passa. A Belly é uma personagem um pouco mimada, mas que amadurece ao longo do livro. Temos vislumbres dela durante vários anos e percebemos os seus anseios não só em relação ao Conrad, mas sua mãe e irmão, e sua vida daqui para frente. É importante lembrar sua idade e o contexto em que ela está inserida.

Ele tornava muito difícil não amá-lo. Quando era encantador assim, eu me lembrava do motivo pelo qual o amava.


Os meninos são diferentes entre sim, embora irmãos. Conrad é o mais velho, fechado e solitário. Se envolve pouco nas brincadeiras e tem mudanças bruscas de humor. Não é um garoto fácil de se lidar e claro que a Belly se apaixona justo por ele. Jeremiah é o oposto, mais alto-astral, divertido, engraçado. Fica ao lado da Belly em muitos momentos que o Conrad não está nem aí. Ele demora um pouco a perceber que gosta da Belly, mas não é assim que ela se sente em relação à ele. Os dois irmãos se dão bem, mas quando as coisas envolvem a menina pode desandar. Parece impossível que Belly deixe de amar Conrad, só que mais para o fim do livro ele facilita as coisas para ela.

Essa, na verdade, é uma releitura. Eu tinha gostado da primeira vez e continuei gostando dessa segunda. Li o livro em dois dias e esse é um daqueles que dá para ler em um. E também daqueles que seria interessante ler no verão e durante uma viagem de férias, já que trata desses temas. A leitura é muito envolvente e adiantei a resenha desse primeiro para poder ler logo o segundo e terceiro. Pretendo emendar um com o outro e finalizar. A estória é simples, mas você quer saber o que vai acontecer com esses personagens e quer conhecê-los fora desse período de férias, o que parece que acontece em Sem você não é verão.

O Verão Que Mudou Minha Vida Verão # 1
Jenny Han
Galera Record: Facebook/Instagram

Onde comprar (link comissionado):
Amazon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.