Slider

A Garota na Névoa

25.2.19

A Garota na Névoa || Disponível nos serviços de streaming
Crítica: Karla Nayra


Uma adolescente desaparece em uma pequena cidade no interior da Itália. Os primeiros a notarem sua ausência são seus pais, logo a polícia é informada do desaparecimento da garota. O que aparenta ser apenas um mistério policial se desenvolve também como um drama meticuloso no qual o foco da narrativa é encontrar o verdadeiro culpado pelo sequestro da garota. O diretor Donato Carrisi investe em uma história formulaica de drama policial.

Mesmo seguindo o modelo padronizado, o filme não deixa de surpreender o público oferecendo ao espectador a oportunidade de exercer também o papel de um investigador do caso. É divertido tentar descobrir quem é o sequestrador e dar palpites durante o filme. A aposta estética da direção de fotografia está concentrada em cenas predominantemente escuras e isso nos traz um desconforto visual, mas esse desconforto não é algo negativo, ele faz parte da linguagem adotada pela direção.


De fato estamos no escuro e nos incomodamos com isso porque não sabemos quem é o culpado pelo desaparecimento da garota. Vários elementos são levantados e aos poucos alguns vão se consolidando na estrutura da narrativa. O roteiro vai desde o garoto obcecado pela personagem desaparecida, até as vantagens que a mídia tira em torno de uma situação como essa, explorando histórias infelizes de pessoas comuns para ganhar audiência.

O filme é também sobre como as histórias são contadas e como funcionam essas relações entre o fato e as narrativas elaboradas. Acho que vale a pena ver o filme com um olhar atento aos detalhes acerca de como histórias são contadas pela grande mídia também na vida real. Acredito que essa é uma das principais reflexões que o filme propõe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.