Slider

Atos de Violência

6.1.19

Atos de Violência || Disponível em serviços de streaming
Crítica: Karla Nayra


Um drama policial estrelado por Cole Hauser e Bruce Willis traz a temática do tráfico humano. É relevante. O diretor, Brett Donowho, elabora um típico filme de ação, acrescentando à trama dramas familiares e um pouco da psicologia experimentada por um detetive frustrado, interpretado por Bruce Willis e um veterano de guerra que tenta se reajustar à vida civil, interpretado por Cole Hauser. Esses são os personagens principais de duas histórias que se conectam no decorrer da trama.

Mia (Melissa Bolona) é uma jovem garota prestes a se casar quando é sequestrada. Irmã de dois ex-combatentes de guerra Deklan (Cole Hauser) e Brandon (Shawn Ashmore), a busca pela jovem não ficará apenas por conta da polícia. A narrativa se desenvolve em torno do resgate da jovem, que se mostra resistente aos bandidos e perspicaz.

O primeiro ato se concentra em apresentar a conflituosa mente de Deklan, um veterano recém chegado da guerra que tenta se ajustar a nova rotina e lidar com uma vida assombrada pelos horrores da guerra. A história de Deklan se cruza a de James Avery (Bruce Willis), o detetive frustrado, de uma maneira bem simples e nada surpreendente. O filme parece se arrastar nos primeiros minutos na tentativa de explicar temas que poderiam fluir de maneira mais dinâmica e ritmada. Quando a trama se desenvolve, o diretor parece encontrar ritmo nas cenas de ação prendendo o espectador até a resolução do conflito.


De maneira geral os atores têm uma performance bem mediana deixando o peso dramático por conta de Cole Hauser e de Bruce Willis que está muito mal aproveitado nessa obra. Em muitos momentos me perguntei aonde um ator com seu peso estava dentro de toda a narrativa?

Apesar de trabalhar um tema relevante e com grande potencial de desenvolvimento cinematográfico, o filme possui várias falhas de ritmo especialmente no início. Todavia, a obra é capaz de entreter o público que gosta do gênero policial. Os efeitos especiais e as cenas de ação compensam a falta de ritmo do inicio do filme e nos leva a querer chegar ao final do filme que nos entrega uma recompensa agradável, mas previsível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Theme Designed By Hello Manhattan

Your copyright

Seja Cult - Todos os direitos reservados.