Destaques

Receba as atualizações do site por email!

30/11/2018

Pôr do sol no Central Park || Sarah Morgan - Para Nova York, com amor #2


Pôr do sol no Central Park é o segundo livro da trilogia Para Nova York, com amor da autora Sarah Morgan. No primeiro, link da resenha no final, fomos apresentadas as três protagonistas: Paige, Frankie e Eva. A Paige foi a do primeiro, agora é a Frankie Cole e o terceiro será sobre a Eva. As três são amigas de longa data e fundaram uma empresa após terem sido demitidas da antiga. A Gênio Urbano é como se fosse uma empresa de eventos, ela organiza qualquer coisa e terceiriza atividades também. A Frankie é a paisagista do grupo e uma mulher avessa a relacionamentos. Ela ficou traumatizada com a separação dos pais e a vida que a mãe leva agora, pulando de galho em galho e não se importando se esses galhos são casados ou não.

Frankie mantém distância dos homens por medo de se tornar a mãe e de ter relacionamentos que acabem como o dos pais, com traição e desilusão. Isso acabou se refletindo até nas relações sexuais que a Frankie tem, ela se sente insegura na hora H e não gosta muito do ato em si. O personagem que vai querer furar essa armadura da Frankie é o Matt, irmão da Paige e um amigo que ela também tem a muito tempo. O Matt gosta da Frankie a muitos anos, mas ele esperava que com o passar do tempo ela se abrisse para ele. Como isso não aconteceu, ele decide ir pra cima. Ele vai começar aos poucos, plantando a ideia de que os dois podem superar qualquer coisa e já que eles são amigos e se conhecem, o próximo passo é um bônus. Mas a Frankie esconde coisas que o Matt nem imagina.
Romance tem em mim o mesmo efeito que alho em vampiros. Além disso, adoro ser solteira. E não vem com esse olhar de piedade para cima de mim. Sou solteira por opção, não por condenação. Não estou nessa condição temporariamente, só até aparecer algo melhor. Não sinta pena de mim. Amo minha vida do jeito que é. 

O relacionamento dos dois não vai ser fácil. No começo a Frankie é muito difícil em relação a se envolver com o Matt e ele precisa de bastante paciência. A Frankie gosta dele, mas o medo é maior e por isso ela anda em avos, sempre o afastando e dizendo que sua vida como está, solitária, é boa. Aos poucos ele entra no coração dela, mostrando que relacionamentos podem sim fracassar, mas que é preciso tentar sempre. A Frankie cede porque primeiro eles entram em um "não relacionamento", com "não encontros". Outro nome para a mesma coisa. Até que ela se vê tão envolvida pelo Matt que não consegue mais negar que o ama e que quer ter uma vida ao lado dele, que quer tentar mesmo sabendo que pode dar tudo errado.

A Frankie amadurece ao longo do livro porque enfrenta os seus medos. Por mais que ela não dê nome as coisas, ela sabe o que está acontecendo e sabe que pode ser sua única chance. O Matt é bom demais para ela e é aquele homem que toda mulher deseja, honesto e apaixonado, que se dedica e não desiste no primeiro obstáculo. A Frankie também lida com todos os seus fantasmas e isso inclui a relação com a mãe. Achei essa parte muito boa para dar profundidade à personagem e também para liquidar essa situação que se arrastava por anos e a impedida de viver plenamente. O relacionamento dela com o Matt muda tudo, as perspectivas sobre si, ele, as amigas, seu emprego. É a sua única chance e ela agarra firme.

Outro ponto que gostei bastante nesse livro foram os personagens secundários, que dão uma dinâmica diferente à leitura. A Roxy e o James, um casal improvável, prendeu muito a minha atenção e desejava um livro para eles. Ela é assistente do Matt na empresa de paisagismo dele e o James também, ela acaba sofrendo violência doméstica e ele a ampara. A leitura foi boa, leve e tranquila, apesar das paranoias e pessimismos da Frankie. O próximo livro é sobre a Eva, que está atrás do seu final feliz junto com o príncipe encantado. Ela perdeu a avó, sua mãe praticamente, tem pouco tempo e agora se sente mais sozinha do que nunca. A Harlequin deve lançar ele no primeiro semestre do ano que vem e recomendo a trilogia para quem gosta de romances despretensiosos.
- Você está flertando comigo, srta. Cole? 
- Devo estar, mas ainda não tenho muita experiência. Estou trabalhando nisso. 
Pôr do Sol no Central Park Para Nova York, com amor # 1
Sarah Morgan
Editora Harlequin: Twitter/Facebook

Resenha do primeiro livro da trilogia:
Amor em Manhattan

Adquira o livro no seguinte link e ajude o site: 
Amazon

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Sarah é uma das minhas autora favoritas da editora harlequin, quero muito ler esse livro!cheinho dos clichês que eu amo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in