Destaques

Receba as atualizações do site por email!

15/08/2018

Troca de Rainhas

Troca de Rainhas || Classificação: ★★★ (Bom) || Estreia em 16 de agosto de 2018
Texto: Alan David


Troca de Rainhas é uma produção francesa que adapta o livro L´Echange des Princesses, de Chantal Thomas. A história se passa em 1721, uma época de guerras, e para que haja uma trégua entre os reinos da França e Espanha temos troca de casamentos. A princesa da Espanha (4 anos) é prometida ao o rei da França Louis XV (11 anos), ao mesmo tempo que o herdeiro do rei da Espanha (11 anos) recebe da França sua prometida (12 anos), é uma jogada para manter a paz. Só que essa troca pode acabar piorando as coisas, pois ambos os herdeiros e pretendentes tem suas personalidades e isso pode acarretar em um caos diplomático, o que levaria a mais guerras e mortes. Esse é um plot que parece simples, mas é muito funcional.

O roteiro é bem tranquilo, logo no inicio já mostra seu plot e como irá construir toda essa narrativa. Aliás, convence bem, pois temos contrapontos e reviravoltas que apesar de previsíveis trazem um desfecho e tanto. Temos diálogos nobres, trejeitos, e claro, acordos matrimoniais para impedir guerras e manter alianças. No caso desse enredo, esse acordos podem se romper por causa da personalidade tão diferente das crianças que são forçadas a se casarem. Em ambos os lados temos jovens reis e pretendentes com atitudes que fazem a história andar e também criam um carisma interessante. De um lado tem a pretendente doce que todos esperam ser uma grande rainha, do outro a rebelde que questiona tudo, não tem modos e pode acabar com essa aliança em pouco tempo. A história é feita para que o espectador crie empatia por ambas.


Quanto aos jovens reis, o interessante (apesar de meio mornos de atuações) é como eles são diferentes. Um é animado (até demais) e quer ter uma esposa, o outro é um jovem rei amargurado que teme sua morte a qualquer momento. Ficou bom como usaram quatro personalidades diferentes, que se chocam a todo momento em várias situações. Curiosidades da nobreza da época, os devaneios e loucura de regentes, além das próprias doenças mortais (hoje nem existem mais) são temas bem trabalhados. Só que o ritmo de filme cai por causa de alguns diálogos que às vezes ficam vagos. Sinceramente, apenas uma parte do núcleo é interessante, que seria a dos dois jovens nobres com personalidades mais agitadas. O núcleo do regente local que já está ficando insano te tira alguns sorrisos, sendo o outro lado da trama mais sério.

Eu fiquei surpreso que mesmo sendo algo de época, tudo foi contado com simplicidade, até demais. Em algumas partes você pode se perder como nos enunciados, rei tal com numeração tal, que é primo do regente do rei da pretendente... isso é meio enrolado, são muitos nomes e fica um pouco confuso. Ainda tem um ou outro acontecimento secundário, mas que em nada interfere no enredo dos protagonistas. A história segue basicona, quando um lado parece que vai o outro está um caos e vice-versa. Vamos nessa pegada até o fim. Eles apostaram em um simples roteiro, que normalmente costuma ser elaborado de uma forma muito técnica quando se trata de gênero histórico, mas esse segue sem grandes alardes.


Tecnicamente o filme é muito bom e tem algo que eu, particularmente, gosto muito que é a sensação de realidade. A ambientação no longa é soturna, com cenários sujos e escuros e deu para perceber o capricho do design de produção. Não tem contraponto de luzes e a paleta de cores é chamativa, a todo momento os dois núcleos estão tendo seus problemas. O figurino também é muito bom, como espera-se de uma história assim. As atuações são boas, apesar de jogarem quase tudo em cima de crianças, e a única coisa que ele peca um pouco é na montagem da parte final.

Apesar de alguns detalhes, Troca de Rainhas é um drama funcional que abusa dos contrapontos. Ele é interessante e mostra como acordos políticos eram feito na época para suprir seus problemas. Ficou bom.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in