Destaques

Receba as atualizações do site por email!

13/08/2018

Dumplin' #1 || Julie Murphy


Desde quando saiu que a Valentina lançaria Dumplin eu fiquei louca para ler. Gostei da proposta dele, de ser uma estória que girasse em uma menina gorda e seu problemas em lidar com a mãe, seu peso e um garoto bonito gostando dela. É um romance juvenil que vai no ponto quando se trata de gordofobia, ao mesmo tempo que dá um ótimo final para sua protagonista. A Willowdean Dickson, ou Will, conta sua estória de um jeito emocionante e real. A muito tempo ela se aceitou como gorda e vive bem com isso, embora a mãe, uma ex-miss, tente a todo custo fazer com que a filha emagreça. Só que agora a Will vai passar por seu primeiro amor e toma um susto quando Bo, um garoto que trabalha com ela, mostra-se interessado nela.

Acho importante ressaltar que o Bo é um cara bonito. Ás vezes fica na cabeça das pessoas que uma pessoa gorda só pode namorar um gordo ou feio, o que é o oposto de Bo. Além de uma bela aparência, o cara é inteligente e interessante. Se posiciona bem em relação ao corpo de Will e mostra para ela que está em suas cabeças as nóias com o peso. O Will não pede para ela parar de comer, usar uma roupa que a deixe mais magra ou qualquer coisa do tipo. Esse tipo de pensamento acaba partindo da Will, que se sente insegura em não só namorar um cara bonito como magro. Ela pensa no que as pessoas vão pensar quando os ver juntos. Justamente nessa questão de que um gordo tem que ficar com outro gordo.
Mas essa sou eu. Gorda. Não é nenhum palavrão. Não é nenhum insulto. Pelo menos não quando eu digo.

A Will é uma menina super alto astral, decidida e com a cabeça boa, só que como qualquer mulher começa a repensar algumas coisas quando conhece um cara. Na verdade ela entra meio que em pânico assim que o Bo se mostra interessado. No começo o relacionamento fica escondido, por alguma razão, e quando é a hora de revelar o fato para todo mundo a Will dá pra trás. Ela se sente desconfortável com ele pegando em suas gorduras, no fato de mostrar seu corpo para ele. Na verdade, ela antecipa o que ele vai sentir ao pegar e ver ela: nojo ou algo do tipo. Só que isso é coisa da cabeça dela, porque o Bo nunca demonstrou nada do tipo. É só a insegurança dela falando.

Também vai ter na estória um concurso para miss. Por algumas situações, a Will, junto com outras meninas que sofrem bullying, se inscrevem nesse concurso, o mesmo que a mãe de Will venceu, e aí gente as duas vão lavar a roupa legal. Vai vir à tona essa questão da mãe não aceitar o peso da filha, o que para mim deu a impressão de vergonha em alguns momentos, então as duas ou vão se desentender total ou ficarem mais fortes. O concurso não vai ser uma questão de beleza, mas de autoconfiança e saber do seu valor independente da aparência. Parece meio clichê e estranho, já que esses concursos só têm mulher bonita, mas a Will não ganha e sai de lá com outra cabeça e novas amigas.

Minha cabeça trai o corpo. A realidade de Bo me tocando. A ideia de Bo sentindo a gordura da minhas costas e o pneu na cintura me dá ânsia de vômito.

Eu gostei bastante do livro porque me reconheci em vários momentos. E o que eu mais gostei é que ele não acusa ninguém que não é gordo de ser feliz eternamente. A melhor amiga de Will é magra e têm momentos infelizes e repensa seu corpo, como qualquer pessoa. O fato de você não ser gorda não te dá um atestado de felicidade e nem o de você ser gorda te dá um atestado de infelicidade. Todo mundo tem algo que não gosta em si e não deveria se sentir pior porque outra pessoa tem mais peso, dentes mais tortos, mãos estranhas e por aí vai. Quando a Will se resolve em relação a isso, se sente mais feliz e pronta para enfrentar o que der e vier.

Esse é o primeiro de uma série que eu acredito contar a estória de todas as amigas "feias" e desajustadas que a Will faz no concurso. Uma com os dentes tortos, outra mais gorda que a Will e uma com uma perna mais curta que a outra. O próximo se chama Pudim e a Valentina já confirmou que vai ser lançado por aqui ano que vem. Também teremos uma adaptação de Dumplin para os cinemas, com a atriz Danielle Macdonald interpretando a Will e Jennifer Aniston sua mãe. Estou empolgada e feliz de ter lido o livro, foi mais do que eu esperava.
Linda, foi o que ele disse. Gorda, é o que eu penso. Mas será que não posso ser as duas coisas ao mesmo tempo?
Dumplin' Cresça e apareça. Faça e aconteça! Dumplin' # 1
Julie Murphy
Editora Valentina: Twitter/Facebook

Adquira o livro no seguinte link e ajude o site: 

Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Oi Denise

    Dumplin' foi um dos primeiros lidos esse ano!
    Adorei a história, e tô super ansiosa pelos outros livros e pelo filme!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in