Destaques

Receba as atualizações do site por email!

27/07/2018

O Fogo Entre a Névoa #1 || Renée Ahdieh


O fogo entre a névoa foi meu primeiro contato com a autora Renée Ahdieh, conhecida por aqui pela duologia A fúria e a aurora. Esses primeiros livro dela foram versões, ou inspirados, no livro As mil e uma noites. Essa nova série também foi inspirada em outra, a da Mulan. Acho que esse ponto vai chamar a atenção de muita gente, como chamou a minha também. O livro se passa no Japão Feudal e acompanha a jovem Hattori Mariko, que no começo do livro estava indo se casar com um dos filhos do imperador. Só que o casamento é apenas uma venda. O pai quer ter ascensão social e política e vendeu a filha para isso.

Embora Mariko, como será chamada durante todo o livro, saiba disso desde muito nova, ela era contra o casamento. Aqui vamos nos deparar com uma menina que quer ter o controle do seu destino em uma cultura rígida de obediência total aos pais. Quando o comboio de Mariko é dizimado enquanto ela estava indo para o casamento, ela decide assumir o visual de um camponês e ir atrás de quem a quer morta. Ela se veste de homem e se infiltra no Clã Negro, um grupo de ladrões e traidores que vivem na Floresta Jukai, um lugar de demônios e morte. Mariko consegue se infiltrar no Clã Negro e descobre que as coisas não são como imaginava e questões mais importantes estão acontecendo.
Com as falas dos homens mascarados, duas coisas haviam ficado claras: o Clã Negro obviamente a queria morta, e alguém lhes incumbira da tarefa de matá-la.

A escrita da Renée Ahdieh me surpreendeu bastante. O livro é aberto em relação a possibilidades e personagens. São vários núcleos se ligando ao longo do livro até o final. O enredo é narrado em terceira pessoa acompanhando principalmente a Mariko, mas o irmão dela também narra, o imperador, alguns personagens do Clã Negro, entre outros. É como o formato de novela, tem uma linha principal, mas tem várias ramificações que formam a teia da trama. Já adianto que a autora não responde todas as perguntas que ficam em aberto nesse livro, por exemplo, quem atacou o comboio da Mariko, um acontecimento que deu origem à estória.

É bom dizer também que esse livro não tem romance, pelo menos esse não é o ponto central. A fantasia e principalmente as estratégias de reivindicar o trono do imperador são as questões que permeiam o livro. Sim, a Mariko terá um envolvimento com um dos ladrões que fazem parte do Clã Negro, mas é dado bem pouco espaço para isso. A protagonista está nessa jornada do herói em que ela se depara com questões maiores do que encontrar quem tentou matá-la, existe uma guerra pelo trono do imperador acontecendo. Eu sou uma fã de romances e não vou mentir, espero que a autora continue dando espaço para isso mesmo que pequeno. Afinal isso foi alimentado com a cena final, que foi uma baita reviravolta diga-se de passagem.
Jamais se esqueça, Sanada Takeo: nesta floresta, não há onde se esconder.

Porém, eu tenho uma coisa para dizer sobre a obra. Leiam esse livro com atenção e disposição, ele é bastante detalhista, com pistas de peças que se encaixam no final, e um começo que demora um pouco para você se acostumar. Da metade para o fim eu não consegui parar de ler e teve momentos que eu tive que voltar para pegar as coisas direito. Como eu disse, são muitos núcleos para você juntar e entender num todo. Vai valer a pena, eu garanto. O nome dos personagens foi outra cosia que atrapalhou um pouco. São nomes difíceis de falar e decorar e alguns parecidos. Fora que tem palavras japonesas no meio da estória. Tem um glossário no final, mas teve um momento que eu não ia mais conferir e só seguia lendo. Dá para perceber que a pesquisa foi profunda e isso criou uma atmosfera marcante e única.

Eu adorei esse livro! A autora escreveu uma obra rica em personagens bem construidos e um pano de fundo diferente do nosso, mas igualmente instigante. Dá para se sentir no Japão Feudal com as gueixas, roupas, comidas e costumes. Quem ler vai se sentir da mesma forma, imerso em um novo mundo, isso porque no Japão Feudal da autora existe uma magia que foge de monstros ou coisas do tipo e também da realidade. Não acho que todas as pessoas vão gostar, é uma estória peculiar, mas acho que é interessante dar uma chance. Achei esse livro único, tudo bem que eu não leio muita fantasia, mas sei distinguir uma coisa diferente quando estou lendo e é o caso de O fogo entre a névoa.
Eu quis odiar você. Teria sido mais fácil odiá-la. Mas eu não consegui. Um dia vou lhe contar tudo. Sobre quem eu era. De onde eu vim.
O Fogo Entre a Névoa Flame in The Mist # 1
Renée Ahdieh
Globo Alt: Twitter/Facebook 

Adquira o livro no seguinte link e ajude o site: 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in