Destaques

Receba as atualizações do site por email!

25/05/2018

Doce Lar || Tillie Cole - Série Sweet #1


Então, Doce Lar... Um livro de uma autora que eu gostei tanto de ler, mas que dessa vez não me agradou tanto assim. Antes de falar sobre o livro é importante lembrar que ele é um new-adult lançado em 2013, auge do gênero e que muita estória parecida com essa foi lançada, e que eu particularmente vejo como saturado. Ainda mais que de cabeça eu me lembre de outras duas séries bem parecidas, envolvendo esportes e faculdade. O que deu errado, para mim, foi que eu vinha de outro new-adult e um jovem-adulto, dois livros com a temática jovem e que por isso esse me cansou um pouco.

Doce Lar conta a estória de Molly, uma jovem orfã da Inglaterra que vai passar uma temporada no Alabama, EUA. Ela é professora assistente de filosofia e essa temporada nos EUA é para a realização de seu mestrado. Em seus primeiros dias Molly conhece Romeo, um bad boy problemático e intenso. Ele é o principal jogador de futebol americano da faculdade e está cotado para jogar nos times profissionais, mas seus pais não aceitam isso. Os dois vão formar um casal estranho, ela não querendo se envolver muito e ele muito carente de afeição.
Somos predestinados, Shakespeare. Amantes desditosos predestinados. Temos toda uma vida para nos conhecermos, diferente dos nossos quase xarás. Vou garantir que sejamos felizes para sempre.

A escrita da Tillie não foi um problema. A leitura é rápida mesmo o enredo não me envolvendo e o grande problema foi esse, não me envolvi com a estória. A Molly tem aquela personalidade que me irrita, a menina mais insegura que quer que o cara fique reafirmando o seu amor a todo instante. A parte da superação dela com a morte da família é algo até bacana, mas que para mim ficou em segundo plano por causa dessa parte irritante. O Romeo não foge disso também, é carente, explosivo e intenso. Me incomoda o fato de a Molly ter que abrir mão do que gosta de fazer, na cama principalmente, para satisfazê-lo. Lembrando que é um livro hot, com cenas de sexo, e focado totalmente no casal.

O curioso disso tudo é que livros assim me agradavam até pouco tempo atrás. Hoje eu não sei se lendo livros que eu amei com essa mesma temática, como Belo Desastre, me agradariam novamente. O personagem masculino ser mais controlador e explosivo me faz pensar nos relacionamentos da vida real. Se eu aceitaria um relacionamento assim e me sentiria segura com ele. Tem uma cena de explosão do Romeo, que ele quebra uma academia, que a Molly entra para apaziguar cheia de medo. Isso é saudável? Você ter que se polir nas atitudes para o cara não explodir e te machucar? Livros assim tem me trazido mais essa reflexão do que me divertido.

Mil beijos de garoto, da mesma autora, é lindo, chorei muito e fiquei com essa estória muito tempo na cabeça. Com esse já não deu muito certo e provavelmente não devo ler as continuações. Parece que é uma trilogia e não sei se o próximo continua com esse casal. O final encerra o enredo, mas nunca se sabe. Para finalizar, é sempre bom lembrar que cada um lê o que gosta e tem muita gente favoritando Doce Lar. Isso é apenas uma resenha, opinião, que em nada tira a necessidade de cada um ler e tirar suas conclusões. Também não me afetou em nada a vontade de ler outros livros da autora, que não façam parte dessa série.
Bastou Romeu olhar uma vez para Julieta e seu destino estava selado. Talvez eu seja como meu homônimo, e você como o seu.
Doce Lar Série Sweet # 1
Tillie Cole
Editora Essência, selo da editora Planeta: Twitter/Facebook 

Adquira o livro no seguinte link e ajude o site:
Amazon 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in