Destaques

Receba as atualizações do site por email!

02/04/2018

Um Sedutor sem Coração || Lisa Kleypas - Os Ravenels #1


Lisa Kleypas lançando romance de época é sempre uma alegria para mim. Em várias resenhas de livros dela aqui no site, comento o quanto acho a escrita dela divertida e como suas narrativas me prendem. Um sedutor sem coração começa uma nova série com quatro livros e cada um focado em um membro da família Ravenel. Nesse primeiro, a estória é sobre Devon Ravenel, que acaba de herdar um condado do primo que ele não gostava. Ao visitar as terras, ele descobre que elas estão em ruínas e dá mais prejuízo do que lucro. Além das terras problemáticas, ele acaba herdando, também, a responsabilidade de cuidar da mulher do falecido primo e as irmãs dele.

Devon é o típico aristocrata que não quer nada com nada. Seus dias se resumem a dormir, beber e sair com mulheres. Herdar terras acarretam responsabilidades que ele não quer ter. Mas quando conhece a esposa do falecido primo ele começa a mudar de ideia. Kathleen é uma mulher que gosta de seguir as tradições; os bons costumes e o que os outros podem dizer de sua vida e de como ela cuida das primas do falecido marido também são importantes. Lendo a gente percebe uma vivacidade nela que fica escondida em tanta vontade de agradar os outros.

Conheço muitos fatos científicos sobre o coração humano, e um deles é que é muito mais fácil fazer um coração parar de bater em definitivo do que evitar amar a pessoa errada.


No fim das contas eu não sei se gostei desse livro ou não. Na verdade eu gostei, mas ele tem alguns detalhes que me incomodaram. Não entendi bem porque a autora deu tanta atenção a um casal secundário que chama mais a atenção do que o principal. Esse livro é sobre a Kathleen e o Devon, mas uma boa parte dele gira no casal do próximo livro Helen e Rhys. Helen é prima de Devon e Rhys um amigo que nasceu pobre e agora é rico, dono de uma rede de comércio. O problema é que Rhys quer ser aceito no circulo nobre de Londres e para que isso aconteça, ele precisa casar com uma aristocrata, e a Helen entra ai.

Todo esse contexto que estou comentando com vocês sobre esse casal secundário, está nesse primeiro livro e tem mais coisa. Então me pareceu que a autora não tinha muito o que falar sobre o Devon e a Kathleen e começou logo a introduzir o casal do próximo livro, que acabou me chamando bem mais a atenção. O casal de Um sedutor sem coração se apaixona pela raiva, porque ele brigam o tempo todo e com a convivência forçada sentem química um pelo outro e depois amor. O temperamento de Devon é complicado de suportar, a vida toda ele foi acostumado a ter as mulheres aos seus pés e tudo o que desejava. Agora ele tem que aprender a ceder.

Só há um modo de eu provar que a amarei e serei fiel a você pelo resto da vida: amando e sendo fiel a você pelo resto da vida. Mesmo se você não me quiser. Mesmo se escolher não ficar comigo. Estou lhe dando todo o tempo que me resta. 


O amadurecimento de Devon e West, irmão de Devon e pior do que ele, é interessante. Os dois começam como homens sem vontade alguma de trabalhar e assumir responsabilidades e quando o livro termina, as terras estão encaminhadas e duas primas estão casadas. Por falar em primas, esse livro também apresenta o West, irmão, Cassandra e Pandora, as irmãs mais novas de Helen. Elas são moças engraçadas e como foram criadas sempre afastadas de bailes e festas, não possuem os traquejos que os nobres exigem das mulheres. Então elas acabam cometendo algumas gafes e a maioria tem esse tom de comédia.

Um sedutor sem coração não é um livro ruim, mas é confuso. Ele é sobre dois casais e acabou que eu gostei mais do secundário do que do principal. Vi esse livro muito como introdutório, por apresentar não só o casal do próximo como também os personagens de toda a série. A leitura é sem problemas, só que a Kathleen não é a personagem mais interessante do livro. O fato dela ser moralista o tempo inteiro e só se deixar levar pelo que quer mais para o fim irrita um pouco. Inclusive muita gente tem detonado ela nas resenhas e comentários sobre o livro. Sim, ela é um pouco chata, mas eu acho que vale a leitura principalmente pelo espaço que a Helen e o Rhys ganham.

Às vezes é preciso amar algo antes que ele se torne digno de amor.

Um Sedutor Sem Coração Os Ravenels # 1
Lisa Kleypas
Editora Arqueiro: Twitter/Facebook

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in