Destaques

Receba as atualizações do site por email!

07/02/2018

Depois Daquela Montanha || Charles Martin


Eu estava muito empolgada para ler Depois daquela montanha. Ele foi lançado no começo do ano passado e logo os comentários positivos pipocaram e eu me arrependi de não ter lido na época. Quando foi anunciado o filme e a Arqueiro relançou com a capa pôster, a intenção era ler e depois ver. Só que gente, a leitura não foi o que eu esperava. Depois daquela montanha conta a estória de Ben e Ashley, dois desconhecidos que fretam um avião pequeno para fugir de uma tempestade de neve e acabam sofrendo um acidente. Os dois caem numa área montanhosa, remota e no meio de uma nevasca.

Na queda, Ashley quebra a perna e Ben umas costelas. Ele se machuca menos do que ela e acaba ficando em suas costas a responsabilidade de tentar encontrar socorro. Começa aí, a luta pela sobrevivência. Quem narra o livro é o Ben e é engraçado como em livros que são narrados por homens e escritos por um, eu consiga ver a diferença de um narrado por homem e escrito por mulher. Aqui a narrativa é objetiva, sem muito espaço para o romance e quando isso acontece é mais próximo da realidade. A caracterização do Ben é um homem maduro, que sofre pelos problemas que enfrenta com a mulher e não sabe lidar muito bem com isso.

Paus e pedras podem quebrar ossos, mas, se você quiser ferir alguém… bem fundo, use palavras.


A Ashley é narrada pelo Ben e pelos olhos dele ela é uma mulher com senso de humor marcante, atraente e inteligente. A objetividade também existe aqui. A estórica caminha em dois momentos, o presente com os dois tentando sobreviver e o passado. Esse passado narra o relacionamento do Ben com a Rachel, sua mulher. A gente vai saber como eles se conheceram, se apaixonaram e entender o que aconteceu para eles terem problemas. Essa parte da Rachel é importante porque ela não deixa que a gente torça para o Ben ficar com a Ashley. Tanto ela quanto ele têm pessoas que ficaram esperando e o respeito é lembrado pelos dois.

Quando as pessoas descreviam esse livro era sempre no sentido de um romance lindo, que fez chorar e arrebatou. Eu estava esperando algo parecido com os livros do Nicholas Sparks, só que os dois autores são diferentes e já fica a minha opinião sobre essa comparação. Os dois são bons autores, mas escrevem coisas diferentes. Depois daquela montanha não é um romance no sentido romântico do gênero. É um livro que foca na sobrevivência de dois personagens perdidos em uma nevasca e que em segundo plano, fala sobre relacionamentos. No fim dele sim existe um envolvimento, mas tão rápido e superficial que não é arrebatador, pelo menos não para mim.

Eu não cheguei a chorar, mas sim, fiquei emocionada com o final porque essa foi a melhor parte. Não é que o livro seja ruim, ele só me foi vendido de uma forma errada. A escrita prende principalmente na questão da sobrevivência. Eu li esse livro querendo saber se os dois iam se salvar do que pra saber se eles ficariam juntos. Então foi por causa disso que fiquei um pouco decepcionada, fui atrás de um romance bem romântico e encontrei um livro mais sério. Novamente, o livro não é ruim, dei 5 estrelas pra ele no skoob, só é diferente do que eu esperava.

Foi um daqueles momentos em que eu entendi, realmente entendi, que a vida não é garantida. Que eu a tomava por certa, sem lhe dar valor. Que acordava todos os dias achando que também acordaria no dia seguinte. 

Depois Daquela Montanha
Charles Martin
Editora Arqueiro: Twitter/Facebook

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

últimas resenhas e críticas

© Seja Cult – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in