Liga da Justiça

15/11/2017


Ontem rolou a cabine de imprensa de Liga da Justiça em Brasília e fui conferir para trazer pra vocês o que achei desse filme que eu aguardava desde o anuncio. Vale as ressalvas que eu sempre faço sobre os filmes de heróis para evitar maiores desgastes. Eu não sou uma pessoa que lê quadrinhos e a minha motivação para ver Liga da Justiça é ter crescido assistindo o desenho no SBT, como a maioria que vai ver o filme. A minha preocupação era em sentir aquela empolgação que eu sentia vendo o desenho e não se esse filme é melhor do que os outros e esse tipo de comparação.

Na verdade eu vejo todos esses filmes de heróis com o coração aberto e pensando apenas em me divertir. Com Liga da Justiça, eu sai da cabine vibrando com o que tinha visto. Esse filme tem uma ligação direta com Batman vs Superman; lá a Liga foi apresentada e aqui é a reunião desses grandes heróis. Já começo falando uma das coisas que eu amei nesse filme, principalmente porque eu não leio os quadrinhos, é que ele explica o que está acontecendo.

Pode parecer uma coisa simples para quem lê ou é inteirado no assunto, mas com um universo tão grande e cheio de possibilidades, que são essas tramas dos filmes de heróis, esse detalhe ás vezes é esquecido. E acontece de você sair do cinema sem pegar algumas coisas. Aqui você fica sabendo o que são as caixas maternas, o que elas fazem, por que são tão importantes. Existe uma explicação para quem é esse vilão, dá onde veio esse cara... Eu saí da cabine entendendo tudo o que me foi apresentado e querendo pesquisar sobre duas coisas que ainda vão acontecer, mas que obviamente isso foi proposital.


O vilão de Liga da Justiça, Lobo da Estepe, é realmente o mais fraco de todos os apresentados, mas eu acho que muita gente está olhando errado para ele. Esse filme é sobre a reunião desses heróis e o foco inteiro é nisso, o vilão ficou em segundo plano porque os heróis eram mais importantes nesse contexto. Tem três personagens que estão sendo apresentados agora, que se você desse mais atenção para outras coisas talvez eles se perdessem no enredo. Todos os heróis tem o seu espaço, são bem apresentados e desenvolvidos e o vilão cumpriu o seu papel de ajudar nas cenas de lutas, incríveis diga-se de passagem. O enredo ficou redondo e coerente e não se prendam ao tempo de duração, porque deu certo. Mas eu espero que tenha uma versão estendida com o que foi deixado para trás.

Quando eu vi a chamada de uma crítica falando que a comédia de Liga da Justiça estava parecida com os filmes da Marvel eu quis morrer. Tem quem goste, mas eu particularmente acho que está forçado demais e acaba não ficando engraçado. Aqui no filme tem dois tipos de humor, o negro do Batman, que todo mundo sabe que existe no desenho e foi para o filme. E existe o alivio cômico do Barry Allen, Flash, que também existe no desenho e foi maravilhosamente bem para o filme. Liga da Justiça é engraçado quando tem que ser, e quando é pra ser sério e heroico ele também é. O equilíbrio no tom desse filme está ótimo, não tem nada em excesso.


Assim como em Mulher-Maravilha, não senti um trabalho tão grande na trilha sonora de Liga da Justiça. Eles possuem músicas tema, mas fora isso não tem nada marcante no filme. A música tema de Liga da Justiça é Come Together dos Beatles que foi regravada por Gary Clark Jr. e ficou muito boa. Ela toca completa nos créditos antes das cenas pós-créditos. E falando nelas, são duas. Uma é divertida e faz ligação com o filme exibido, a última é que é importante e é sobre o vilão da continuação de Liga da Justiça. Eu fico com muita raiva quando essas cenas são nada a ver, só pra fazer a gente ficar até o final, mas a última vale a pena.

Liga da Justiça estreia hoje no Brasil e em relação ao 3D eu não senti muita diferença. O filme não apresenta tantas cenas assim que precisem de 3D, então dá para ver tranquilo em 2D. Tanto que eu pretendo ver novamente e será em 2D. Eu realmente acho que 2017 foi o ano da DC, sou suspeita pra falar porque eu gostei de tudo que eles lançaram. Mesmo os filmes tendo problemas eu nunca sai do cinema odiando nada. Eles estão crescendo e cometendo menos erros, isso é notório para todo mundo. Liga da Justiça é incrível e junto com Mulher-Maravilha o mais bem feito deles.


Um comentário:

  1. Uau! Que resenha maravilhosa!
    Li querendo correr pro cinema!

    Tô mega ansiosa pelo filme!
    Assim cm vc eu n lia/leio as HQ's então vou como uma página em branco, me deixando surpreender pela história apresentada!!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.