Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (Crítica em texto)

09/08/2017

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas || Estreia em 10 de agosto de 2017
Texto: Alessandra Tapias (blog Tô pensando em Ler)


Mais do mesmo de novo, mas com muito mais gliter. É exatamente isso que este filme pareceu pra mim. Um montão de coisas que eu já vi um milhão de vezes, só que com muito brilho, cenas extremamente coloridas, muitos efeitos especiais, guerras e lutinhas. Bom em arte, ruim em história. Valerian (Dane DeHaan) é um agente espacial, que junto com sua parceira vivem altas aventuras. Ele é apaixonado por ela (Cara Delevingne), mas ela não aceita esse romance de cara, mesmo ele sendo o único no universo, rsrs, já que é ao lado dele que ela passa a maior parte do tempo.

A Terra e outros planetas vem sendo atacados por saqueadores, e Valerian e sua parceira precisam proteger e acabar com os vilões. E passando por planetas e alienígenas do século XXVIII, eles irão descobrir quem são os verdadeiros inimigos e como derrotá-los. Enfim, o filme é arrastado demais. A moça que sentou do meu lado que o diga, ela dormiu tanto que o ronco dava pra ouvir de longe. Creio que várias cenas serão cortadas para o público não dormir no cinema. Repetição das naves no espaço, as mesas lutas e tiros; pelo menos 45 minutos de filme poderiam ser retirados.

A atuação dos atores também não é das melhores. Cara Delevingne é novamente a atriz dos outros filmes, parece sempre a mesma personagem, só muda de roupa. Pra quem gosta de efeitos visuais, não irá se arrepender. O filme é com certeza o mais rico do ano! Mas pra quem gosta de boas e novas histórias, Valerian e A Cidade Dos Mil Planetas vai ficar devendo. Melhor assistir e tirar suas conclusões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.