Edenbrooke #1 || Julianne Donaldson

21/08/2017


Quando eu vejo essas comparações "se você gostou daquilo, vai gostar disso" sinceramente, eu fico com o pé atrás. Isso acontece com autores e livros que fizeram muito sucesso e normalmente eu não caio nessa. Edenbrooke vem com uma recomendação dessas; ele é indicado para fãs de Jane Austen. Acreditem, essa foi a primeira vez que uma indicação vinda junto com o livro foi certeira. Essa estória realmente lembra um livro da Jane. Marianne Daventry é uma moça simples, que quer fugir da agitação que é a nobreza inglesa. Para ela, uma vida feliz é viver no campo com o pai e cavalos.

Porém, o destino lhe reservou uma vida com a avó que deseja que ela seja uma dama. O convite da irmã de conhecer Edenbrooke e passar um tempo com ela cai do céu. Mas a viagem reserva muitas aventuras a Marianne, que passará por intrigas, assalto e um amor inesperado. Todas essas situações que Marianne passa no livro é narrado pela própria. Uma coisa que eu nunca tinha visto em livros antigos, a protagonistas narrando. Sempre é em terceira pessoa e foi uma surpresa muito boa. A Marianne é uma moça singela, apaixonada pela família e bastante teimosa e bocuda.

Como eu poderia ser feliz com outro homem quando Philip estava por perto para ofuscar todos eles?


O interesse amoroso de Marianne será Philip Wyndham. Um jovem que só veremos pelos olhos da protagonista, mas sabe que ela foi bastante sincera?! Eu não senti que ela floreou o personagem por estar envolvida por ele. Philip é sarcástico, embora educado, inteligente e viajado. No começo eles não se dão bem. Marianne conhece Philip quando é atacada por salteadores e ele a ajuda. Só que ele passa por cima das decisões dela e resolve a situação, sendo que Marianne se sente pronta para lidar com qualquer coisa. Claro que depois eles vão se entender, mas as rusgas vão fazer parte desse relacionamento.

Edenbrooke é uma mistura de Orgulho & Preconceito, Razão e Sentimento e Mansfield Park, três romances de Jane Austen. Quando digo que é uma mistura, não quero dizer que é uma cópia, mas que é possível ver inspiração nos personagens, escrita e ambientação. Enquanto os romances de Austen são clássicos e referência, o de Donaldson é um entretenimento bem escrito e que diverte. Cada uma em sua época, mas ambas escreveram livros muito bons. Se você não conhece Jane Austen, depois de ler Edenbrooke é bem capaz de querer conhecer a autora e olha, os livros dela são incríveis.

Philip não era um cavalheiro e não era meu amigo. Era tudo fingimento elaborado. Não havia nada real e nada verdadeiro no que eu pudesse me firmar.


Não sei como classificar esse livro, porque para mim existe uma diferença entre romance de época e histórico (vou tentar explicar isso em outro post) e esse não se encaixa nem em um, nem em outro. O jeito mais fácil de alocar ele, seria dizer que é um romance nos moldes de Julia Quinn sem a parte sensual. Não dá para encaixá-lo como um livro no parâmetro de Jane Austen, porque não é um clássico. Enfim, o interessante é dizer que o livro se passa no séc. 19, na Inglaterra e não tem sensualidade nenhuma. Para quem gosta de ler romances que se passam em tempos antigos, mas que não tenham cenas de sexo, se joga.

Esse livro foi uma ótima surpresa. Uma leitura agradável e rápida, com um romance singelo e bonito, que valoriza o sentimento acima das ações carnais. É um livro que me relembrou que nem sempre precisa ter sexo para ser romântico ou sensual. A sensualidade pode estar num personagem masculino inteligente e que faz referências a livros, que é o caso de Philip. Leiam Edenbrooke, é um livro que estava fazendo falta no gênero romântico que temos lido. Última coisa, tem uma entrevista com a autora no fim do livro. Ela fala sobre suas inspirações e como essa obra surgiu.

Não pense que só porque gosto de provocá-la que não vou levar você a sério. É uma honra saber o que há em seu coração, Marianne.
 
www.sejacult.com.brEdenbrooke Romance, aventura e intrigas em cenários encantadores Edenbrooke # 1
Julianne Donaldson
Universo dos Livros: Twitter/Facebook

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Um comentário:

  1. Oiieee

    Amei saber que esse livro é como um romance da Quinn sem tanta parte sensual, às vezes o que me incomoda nos históricos são justamente esse excesso de erotismo... Fica a dica anotada com certeza.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.