Too Late || Colleen Hoover

12/06/2017

Vou começar essa resenha de um modo diferente. As histórias da Colleen Hoover, em geral, são sempre incríveis e surpreendentes. Com Too Late não é diferente só que as emoções começam logo no início. Por isso, já vou adiantar que essa resenha irá conter alguns spoilers, pois é inevitável falar da obra sem citar ao menos um.

Too Late é narrado por três personagens e apresenta a nós leitores as vidas de Sloan, Asa e Carter/Luke. Sloan é uma garota que não tem para onde ir e é praticamente obrigada a viver com Aspen, um traficante de drogas perigoso, que a mantém sob seu domínio, fazendo com que ela ceda às suas vontades.

A única família que ela tem é um irmão que possui a síndrome de Asperger, por isso Asa usa de chantagens como o fato de bancar o tratamento dele para submetê-la a aceitar as condições daquele relacionamento abusivo no qual ela se encontra presa. Luke, é um policial disfarçado que, para se aproximar de Asa, assume uma identidade como Carter, tendo que viver uma vida que não é a sua. É por isso que ele passa a frequentar a faculdade e é aí que conhece Sloan. A atração que ambos sentem é instantânea e um acaba flertando com o outro, sem saber da ligação que cada um deles tem com Asa.

Olho para ele, e ele está olhando para mim com um sorriso que chega a doer. Ele é tudo o que eu quero, tudo o que eu não preciso e isso literalmente, fisicamente, dói. 

Quando Carter e seu amigo Dalton aparecem na casa de Asa, em uma de suas típicas festas, é grande a surpresa dele e de Sloan ao se depararem um com o outro. Um misto de sentimentos a atinge: vergonha por ter flertado com ele e raiva, pois ela pensa se tratar de outros dos péssimos amigos de Asa, que só irão leva-la ainda mais para o fundo do poço no qual ela está submersa. Eu gostei bastante da forma como a autora criou os personagens. O Luke é sempre preocupado com Sloan, sem julgá-la, mantendo-se bastante compreensivo com toda a situação dela por saber como é difícil se ver livre de alguém como Asa.

Sloan, por sua vez, se mostra sempre forte e guerreira, apesar de tudo que sofre. Além de tudo, ela é muito inteligente e sabe como agir (eu diria até que melhor do que o próprio Luke). Como eu disse, Colleen Hoover também adicionou a visão de Asa, o que eu achei bastante interessante, já que ele claramente não é um dos mocinhos. É difícil explicar o que se sente quando você entra na cabeça desse personagem, mas é uma mistura de sentimentos não muito agradáveis. Ao longo da história, no entanto, a autora vai mexendo com você, jogando o passado e o presente dele, fazendo com que nós compreendamos um pouco o motivo de ele ser como é, mas em nenhum momento justificando que as ações dele estejam certas.

O amor não deveria ser como um peso agregado. Ele deveria ser tão leve quanto o ar. 

Tive a oportunidade de ler o livro enquanto ele ainda estava disponível no wattpad, já que gentil e generosamente a comunidade Ugly Love BR traduziu para os fãs da autora. Todavia ele já não se encontra mais lá, pois, ao que parece, a editora Record adquiriu os direitos do livro e agora só nos resta esperar para que essa obra incrível seja lançada aqui provavelmente 2018. Depois do final, Colleen ainda adicionou mais alguns epílogos, um prólogo (sim, um prólogo depois do livro já ter supostamente terminado, mas ela é rainha e pode, né?) e mais alguns capítulos, o que achei demais e estou louca para ver como isso irá ficar editado.

O tema de Too Late é bem duro, mas a história também é uma das mais incríveis. Colleen sabe arrancar fortes emoções do leitor. Amo as mensagens de que, embora as coisas pareçam não ter solução, em algum momento elas irão melhorar. Sempre há superação nas histórias dela e acredito que essa seja uma marca registrada. Enfim, o que posso dizer é que, embora seja um livro bem pesado que faz seu coração ter surtos a cada página, essa é uma leitura maravilhosa que te faz refletir e estou bastante ansiosa para ter esse livro em mãos.

O amor não é encontrado. O Amor Encontra. O amor encontra você no perdão ao fim de uma briga. O amor encontra você na empatia que você sente por outra pessoa. O amor encontra você no abraço que procede uma tragédia. O amor encontra você na celebração após a conquista sobre uma doença. O amor encontra você na devastação após a rendição a uma doença.

https://www.facebook.com/literaturadeepoca/?fref=tsToo Late
Colleen Hoover

2 comentários:

  1. Olá!
    Li essa livro da CoHo faz um tempo já pelo Wattpad, e eu gostei! Achei uma temática ótima de ser abordada e o desenvolvimento dos personagens foi muito boa. Como você citou ler os capítulos do Asa gera uma mistura de sentimentos não muito agradáveis, mas faz o andar da trama funcionar muito bem!
    Estou ansiosa pelo lançamento :)
    Parabéns pela resenha, beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Raissa! Sim, embora as narrativas do Asa sejam difíceis, ele faz a história girar de uma forma que talvez sem ele não ficasse tão incrível.
      Vamos aguardar e ver se a Record não demora muito para lançar por aqui. Com certeza vou querer tê-lo na estante.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.