O mais desejado dos Highlanders || Maya Banks - Montgomery e Armstrong #2

19/06/2017


Maya Banks é uma das apostas da Universo dos Livros nos seus romances históricos. O primeiro livro dessa trilogia eu amei, foi um favoritos de 2016. Logo que eu recebi esse peguei para ler, pois achei que encontraria a mesma pegada e seria uma ótima leitura. Não foi bem assim. Esse segundo livro vai falar sobre o segundo irmão Montgomery. Ao ajudar a resgatar a mulher do irmão no primeiro livro, Bowen acaba trazendo para casa Genevieve, uma moça que Ian, vilão do outro livro, mantinha presa.

Genevieve é uma moça que sofreu muito na mão de Ian e acabou tendo uma parte do rosto desfigurado. Diante do horror que passou, é uma moça arredia em muitos momentos, mas que quando começa a se envolver com Bowen encontra esperanças no amor. O Bowen não tem a mesma carisma que o irmão do primeiro livro, ele é mais contido um pouco frio, mas se apaixona pela Genevieve e luta por isso. O romance entre os dois será aos poucos e vivaz, será a mudança que ambos precisavam para ser feliz. A parte erótica é descritiva, mas não exagerada ou excessiva.

Sim, ela era toda errada para ele, mesmo assim, ele era atraído por ela como uma mariposa para a chama. 


O meu problema com esse livro, na verdade dois, é que ele é explicito demais no abuso que a Genevieve sofreu. Eu sei que era comum, infelizmente, as mulheres serem estupradas, marcadas e mais essas atrocidades horríveis que até hoje acontecem. Mas em determinados momentos do livro eu fiquei muito sentida com o que aconteceu com a protagonista, e por isso ficava um ou dois dias sem ler. No fim isso é superado e ela encontra uma nova família e um bom homem, alguém que a valoriza pela pessoa que ela é e não pelo físico.

Outro ponto que me desagradou nesse livro, e dai não é uma questão de opinião é um fato, é que o livro tem uma tradução ruim na maior parte do enredo. Sabe quando a leitura não flui porque o texto está truncado, as palavras não estão encaixadas? Então, é isso que acontece da metade para o final. A leitura não anda e eu demorei bem mais do que um livro qualquer. Parece que faltou uma boa revisão para deixá-lo mais fluido. Acredito que a minha experiência de leitura teria sido infinitamente melhor se o livro tivesse uma tradução melhor.

Não é que O mais desejado dos Highlanders seja ruim, ele só não é tão bom quanto o primeiro. A fórmula é mais ou menos a mesma, mas o carisma do protagonista não foi tão boa. O problema do abuso mais a tradução ruim não deixam com que a leitura fosse rápida e envolvente, eu parei de ler em muitos momentos. Mesmo não tendo ressalvas, acredito que essa trilogia mereça ser lida por trazer protagonistas com aparências menos idealizadas e mais normais. Espero que a editora não foque só na série nova da autora e esqueça o último livro, ainda quero ler.

Ambos carregavam cicatrizes. Ambos eram sobreviventes. Estas eram marcas a serem carregadas com a cabeça erguida.

www.sejacult.com.brO mais desejado dos Highlanders
Maya Banks
Universo dos Livros: Twitter/Facebook

Resenha do primeiro livro da série:
Seduzida por um guerreiro escocês

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.