DC Super Hero Girl

25/06/2017

Hoje eu vim comentar sobre uma série animada da Cartoon Network que eu tenho acompanhado pela net chamada DC Super Hero Girl. Esse desenho, 2015, é uma parceria entre a DC e a Warner para exibição no Cartoon e a intenção é apresentar o universo da DC para as crianças, especialmente para o público feminino. Eu, como uma boa e velha fã de desenho animado, gosto muito de assistir e vim comentar com vocês porque estou gostando tanto.

A proposta do desenho é uma escola de super-heróis. Lá eles aprendem a como controlar seus poderes e a salvar o mundo. É familiar para vocês? O formato escola é muito apelativo para as crianças, acredito que esse seja um dos motivos. A série não tem uma protagonista especifica, mas dá para perceber que a Mulher-Maravilha tem um peso maior por aparecer em quase todos os episódios. As personagens são adolescentes, então tem algumas características dessa fase como brigas familiares, aceitação e uma pitada de romance. A diversidade é muito presente no desenho, o que me agrada infinitamente.    


É importante dizer que eu não sou uma pessoa conhecedora de quadrinhos. Tudo o que eu sei aprendi com os desenhos, filmes e pesquisando um pouco, mas comprar quadrinhos e acompanhar eu ainda não faço. Gostaria de fazer, só que não saberia por onde começar. Então, o ponto principal de DC Super Hero Girl é que ele apresenta esse universo de uma forma simples e acessível para qualquer pessoa. Você começa a assistir e não precisa saber muita coisa, mas se souber, pega as referências que já tem.

Outro ponto que eu gosto no desenho é que ele não apresenta só os heróis mais famosos, ele traz aqueles que eu nem sabia que existia, como a Nevasca, que se tornou uma das que eu mais gosto. Também tem os vilões, eles aparecem para lutar com os heróis e  agente passa a conhecer quem são os vilões do universo da DC. Embora seja para o público feminino, têm personagens masculinos no desenho e eles têm o seu destaque. Mutano, Falsh e Ciborgue são alguns que aparecem. Flash e Ciborgue serem da DC, ok. Mutano? Nunca me passou pela cabeça.


Os episódios são pequenos, geralmente menos de 4 minutos, e no Cartoon não tem um horário especifico, acho que até por causa desse formato menor. Eu vi no canal por acaso, fui pesquisar depois e encontrei na net uma complicação das 3 temporadas. Existe um site sobre a série que tem todos os episódios e até extras, como bonecas, livros, fantasias e aplicativo. Dá para perceber que o investimento foi bem grande pela quantidade de itens na linha. Os livros foram lançados pela Rocco aqui no Brasil, dois, e cada um foca numa heroína, mas também fala sobre outros personagens da escola.

A série está na 3ª temporada, na verdade o último episódio foi exibido em fevereiro e de lá para cá mais nada. O que foi divulgado é que a série vai ganhar um novo desenho em 2018, com uma repaginada nos personagens. Eu acho que do jeito que está, está bom, mas acredito que eles queiram fazer a série com uma consistência maior. Os episódios podem ter uma duração diferente e com isso um horário fixo no Cartoon. Vamos ver. Fica a dica para quem quer conhecer um pouco mais dos heróis e vilões da DC. Ainda mais se você é tão perdido quanto eu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.