Play || Kylie Scott - Stage Dive #2

19/05/2017


Play é o segundo livro da série Stage Drive. Quando eu mostrei o livro em algum book haul do site, comentei que era o primeiro e me corrigiram. Eu não li o primeiro, pois cada livro é sobre um integrante da banca Stage Drive. Se eu tivesse gostado desse, leria o primeiro e daria continuidade a série, mas você vão ver que eu não gostei e por isso não pretendo continuar a série. Play conta a estória do baterista da banda Mal Ericson, que precisa arrumar uma namorada para ter uma imagem melhor perante a família.

Todos o veem como o bad boy, revoltado sem causa, e isso não pega bem. É ai que entra Anne Rollings, uma jovem estudante e fã da Stage Drive que precisa de dinheiro. Em uma festa eles se conhecem e unem o útil ao agradável. O livro é narrado em primeira pessoa pela Anne e ela é uma personagem bacana, um pouco deslumbrada, mas do bem. Mal já tem o estereótipo do roqueiro problemático. O cara difícil de lidar, que afasta todo mundo, é ligado no 220v. Se não fosse pela falta de realidade do livro, eu teria gostado mais dos personagens.

-Sua bochechas estão rosadas. Você está tendo pensamentos indecentes sobre mim, Anne.
-Não.
-Mentirosa, disse ele numa voz suave. 
-Você está totalmente me imaginando sem calças.
Eu totalmente estou. 
-Isso é rude, cara. Uma invasão enorme de minha privacidade. - Ele se aproxima, sua respiração aquecendo meu ouvido. 
- O que é que seja que você está imaginando, é maior.


Em relação a não ter lido o primeiro livro, eu peguei spoiler do final do casal anterior. Eles aparecem aqui e tem algumas cenas que continuam a estória deles. Quem não se importa com isso ok, mas se eu tivesse gostado leria o primeiro sabendo do final. Então vamos lá do por quê não gostei de Play. Eu leio livro para ao mesmo tempo me conectar com os personagens e suas estórias e viver vidas diferentes, isso acontece quando o livro é bem escrito e me faz acreditar no que estou lendo. Ele tem um pé na realidade ao mesmo tempo que não. Play não me convenceu de que aconteceria na vida real.

Quando a Anne e o Mal se conhecem em uma noite, no outro dia ele se muda para a casa dela, começam a namorar e falar de casamento e ninguém acha isso estranho. Os amigos não questionam o fato de um cara que a Anne conheceu um dia antes estar na casa dela. Sério, que amigos são esses?!! Podia ser um estuprador, psicopata e por ai vai. Com tantas páginas, daria para a autora ter estruturado melhor esse enredo e feito um casal que me passasse verdade. Só que eu sei que isso é pessoal; tem gente que lê livros exatamente pela falta de realidade. Comigo, as situações muito estapafúrdias não colam.

Eu só não abandonei o livro, porque ele é engraçado. De tudo que deu errado, pelo menos para mim, as pitadas de comédia foram muito certeiras. São diálogos engraçados e leves, que por minutos me fizeram esquecer um romance que começou do dia para noite sem explicação plausível. O livro tem mais insinuação de sexo do que sexo mesmo, mas quando tem, é descritivo. Decidi não dar continuidade a série, por ler resenhas dos outros livros e saber que essa pegada imaginativa da autora está presente. Então, se eu não gostei da escrita, da estruturação do livro, não vejo por quê continuar.

A vida é uma música, Anne. Vamos tocá-la.

www.sejacult.com.brPlay Um namoro de mentira com rockstar não deveria ter se tornado amor... Stage Dive # 2
Kylie Scott
Universo dos Livros: Twitter/Facebook
 
Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Um comentário:

  1. Oi Denise
    Eu li os quatro livros e achei todos medianos, pelo que você comentou na sua resenha não deve mesmo continuar leitura, pois todas as histórias não são realistas, o livro 1 é mais sem noção ainda. Serve para dar umas risadas e para quem não se Importa com a falta de realismo, eu particularmente tenho um pouco de preconceito com integrantes de banda, acho meio promíscuo e pouco propício a amores verdadeiros e principalmente duráveis. Mas qualquer forma eu terminei a série.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.