Santa Clarita Diet || 1ª temporada

30/04/2017


Essa é a coisa mais bizarra que eu vi nos últimos tempos, começo a crítica da primeira temporada de Santa Clarita Diet na sinceridade. Bom, quando eu ainda tinha Netflix na minha vida, fiquei curiosa com todos os comentários que estavam saindo da série e fui ver os primeiros episódios. A sinopse é o seguinte, Santa Clarita é uma pequena comunidade dos Estados Unidos e lá vive o casal de corretores Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Tomothy Olyphant) junto com a filha Abby (Liv Hewson). No primeiro episódio a Sheila descobre que está se transformando em um zumbi.

Ninguém sabe como aconteceu e o fato é que ela precisa de carne para viver. Marido tá ai para essas coisas né? Então ela e o Joel começam a bolar formas de isso acontecer. No começo a Sheila tenta comer carne crua de boi, frango e a fazer todas aquelas coisas que a gente vê nos filmes de zumbis (no seriado o guru nerd que vai orientar os dois é o personagem Eric (Skyler Gisondo), vizinho deles). Só que ela quer comer gente mesmo e o seriado vai girar em todas as confusões que esse detalhe insignificante gera.


O seriado é bizarro por dois motivos e o primeiro deles e o mais óbvio. Você tem uma mulher zumbi matando gente para "viver" e tudo é normal; os assassinatos, ela triturando pessoas e tomando isso num copo no meio do churrasco com os amigos, eles indo a praia e ela comendo dedos humanos e por ai vai. O melhor, eles são vizinhos de policiais e cenas ótimas envolvem isso. O que me deixou mais besta, é que eles vivem uma vida dupla: de assassinos e corretores. Enquanto planejam o que a Sheila vai comer, também planejam a venda da sua casa.

A outra coisa bizarra, e que dá um nojo absurdo, é que todas as cenas dela comendo são mostradas com naturalidade e sem cortes. É sangue para todo lado e eu sei que muita gente fala "pow, mas é fake". Sim, é mentira, mas você se envolve com a trama e aquilo parece real. Tem uma cena horrorosa do dedo da Sheila que cai e ela fica tentando colar o negócio que aff!! Também preciso comentar das cenas abertas com drogas e muitos palavrões e insinuações de sexo. Não recomendaria para menores de 14 ou 16 anos.


A série é classificada como comédia porque tudo é tão absurdo que você ri da situação. Fora que o Joel é um personagem engraçado, que oscila entre louco e normal. Ele tenta ser forte, dizendo que a situação toda não o afetou, mas é bem claro que uma parte da lucidez dele se perde ao logo dos episódios. O que o mantêm na linha sã é o fato de que pode ter uma cura, a Sheila pode voltar ao normal. O Joel é o que mais vai correr atrás disso, pois a loucura da situações está finalmente caindo sobre ele.

Um dos episódios sugere que o que a Sheila tem é uma coisa mística, que apareceu num livro ai e pode virar uma epidemia. Isso vai ser só a pista inicial e até o fim dessa temporada isso não aconteceu. Se você parar para pensar, um zumbi é uma carne podre, que em algum momento vai entrar em decomposição. Então, eles precisam reverter essa transformação em zumbi para que a Sheila não se decomponha. Fiquem espertos com essa parte da epidemia, que é o meu palpite de coisa interessante vindo por ai.


Eu sou uma pessoa muito fraca com coisa nojenta, não vejo filme de terror e evito séries, filmes e livros assim. Com Santa Clarita Diet eu tento não focalizar as partes da carne e tal, olha para outra coisa na cena porque é muito nojento. Apesar disso eu gostei da série; só que o que me prende mesmo não é o fato dela ser zumbi e sim as relações humanas. A convivência dela com o Joel, que mesmo na loucura da situação está ali com ela; a filha que tenta ajudar a mãe apesar de achar tudo tão estranho. Eu quero saber se depois de tudo a família estará firme e forte.

Já foi divulgado que a série terá uma segunda temporada e tinha que ter mesmo, o final sugere que muita coisa ainda pode acontecer. Se trabalharem bem o roteiro, pode ter estória até para mais temporadas. Gosto desse formato pequeno de episódios, 30 minutos, e uma temporada curta, 10 episódios. É o suficiente para você ver junto com outras coisas e não se atrapalhar com a sua rotina. Não sei quando estreia, mas com certeza eu vou ver.

Um comentário:

  1. Quando vi que a série ia ser lançada fiquei doida pra assistir. Particularmente adora a Drew Barrymore, mas por ser uma série de comédia, perdi totalmente a vontade de vê. Não é o tipo que eu goste, e pelo menos por enquanto não pretendo assistir a ela.
    Beijos
    https://recolhendopalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.