Maio hot da Faro Editorial

14/04/2017

A Faro Editorial preparou um maio hot, com dois romances picantes. O primeiro deles é Marca de Guerra, livro 4 da série Marked, de Sylvia Day. O livro traz a conclusão da série.

A autora ainda lançou um spin-off de pouco mais de 20 paginas, Marca do Pecado, mas esse a editora não vai lançar. Marca de Guerra é um livro pequeno, com cerca de 1/3 do tamanho dos livros anteriores.

Lobisomens, vampiros, arcanjos… O que falta acontecer?

Evangeline descobriu como se livrar da Marca de Caim, que anos atrás a transformou numa caçadora de demônios: basta manter-se longe dos problemas por um tempo. Algo complicado para quem é considerada uma das justiceiras mais eficientes. 

Agora, disfarçada, ela trabalha para um querubim, em um plano para desmascarar um vampiro perigoso, que está escondido numa tranquila comunidade na Califórnia.

 Mas Eva sabe que está sendo usada como um peão num grande jogo político celestial. No entanto, ela está cercada. Seu desafio será descobrir quem é sua maior ameaça: o vampiro que está caçando, o querubim que quer controlá-la, ou os dois irmãos, dispostos a lutar até a morte por seu amor.

O problema? Tudo está acontecendo ao mesmo tempo...

***

O segundo lançamento é Big Rock, de Lauren Blakely. A editora comprou mais um livro dela, que tem uma pegada divertida e sexy. A marca de Lauren são as histórias contadas sob a ótica masculina, construindo personagens fortes, inteligentes, contemporâneos. Ambos inovam ao contar uma história romântica do ponto de vista do homem.

No título Big Rock tem duplo sentido: Um pedido de casamento com um anel que tem uma pedra grande (big rock) e o outro, só lendo a quarta capa do livro. É uma carta do Spencer, personagem central.

“A maioria dos homens não entende as mulheres.”

Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam. E não pense você que se trata só mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas.

“A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”

Quer dizer, a vida ERA assim. Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.

Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.

"Este livro é o mais divertido que li nos últimos anos. Spencer é um herói perfeito: macho alfa com dez tons de charme, muitos centímetros de prazer e o oposto de um cretino. Cada página me fazia sorrir e, no momento em que fechava o livro, era o meu marido quem estava a ponto de sorrir também." CD Reiss - Autora da Submission Series

Sobre a autora:

Lauren Blankely vive na Califórnia com sua família e teve a inspiração para cada uma de suas histórias enquanto passeava com seus cachorros. É reconhecida pelo seu estilo de romance contemporâneo: quente, romântico e divertido.

Com catorze best-sellers, seus títulos aparecem no topo das listas do The New York Times e do USA Today e já venderam mais de 1,5 milhão de exemplares. O próximo lançamento no Brasil será Mister O, também pela Faro Editorial.

Serviço: 

Número de páginas: 224
Preços: R$ 34,90 – ISBN 978-85-62409-94-3

Texto de quarta capa: 

O movimento das ondas é importante, minhas amigas, mas não é tudo. O tamanho do barco não deve ser desprezado. E eu tenho os dois de sobra. Na verdade, eu tenho todos os atributos. Boa aparência, inteligência, dinheiro e um grande instrumento.

Você deve estar pensando que sou um cretino. É o que parece?
Sou sexy como o pecado, rico como o paraíso, esperto feito o diabo e muito, muito bem-dotado.

Mas você ainda não conhece a minha história. Eu ganhei fama de playboy em Nova York. Talvez eu seja mesmo. Mas a verdade é que sou um grande cara. E isso me torna muito especial.

O único problema é que meu pai me pediu para manter a discrição por algum tempo. Um empresário tradicional pretende comprar nossa joalheria e ele quer não apenas que eu mantenha o zíper da calça fechado, mas que também finja que sou um cara comprometido. Tudo bem, eu posso fazer isso. Afinal, sou grato por ter herdado dele esta joia de família. Então, pedi para a minha sócia e melhor amiga, que se passasse por minha noiva por uma semana. Charlotte topou. Ela tem seus próprios motivos para querer encarar esse desafio.

E, em pouco tempo, toda essa encenação de noivado em público nos levou a aventuras bem reais, na cama, porque simplesmente não há fingimento nenhum nos orgasmos alucinantes que Charlotte tem quando transamos. Orgasmos que a fazem gemer até quase desmaiar. Sim, eu sei como levar essa mulher às alturas entre os lençóis. Mas não posso negar que começo a sentir algo real e diferente com ela. Droga! Em que confusão essa minha cabeça está me metendo?

Spencer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.