Como seduzir um bilionário || Portia Da Costa

24/04/2017


Portia da Costa era uma autora que eu queria conhecer a algum tempo. Quis ler esse livro por ser o mais recente dela e me interessar pela sinopse. Geralmente as mulheres virgens dos livros hots são novas, então quando apareceu uma na faixa dos 30 anos eu fiquei curiosa. Queria saber se a autora abordaria isso de uma forma mais madura ou a cabeça dessa protagonista seria infantilizada. Então, Como seduzir um bilionário fala sobre perda da virgindade de Jess e em como ela consegue isso com um cara muito rico que ela conheceu a poucos dias. Basicamente é isso.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas com a interferência de pensamentos em primeira; aparecem em itálico. A protagonista é a Jess, uma artista que acabou tento que abrir mão dos desenhos para ajudar a irmã e avó. Ela é passiva em relação a isso, aceita que a sua vida deva ser prática e não corre atrás de virar esse jogo e ser feliz. O seu par Ellis é o típico CEO dos livros eróticos: distante, frio, quer varias mulheres e não se envolver. Aconteceu um fato na vida dele que o faz não querer compromisso.

Eu sou minha maior inimiga. Tudo tem que ser perfeito, quando na vida real, quase nunca é. 


Já para deixar claro, eu não gostei do livro. Eu gosto de romances eróticos em que o sexo seja um complemento da narrativa e não o foco principal. Em Como seduzir um bilionário tudo gira no sexo entre Jess e Ellis, na perda da virgindade dela e em como isso desencadeai várias sessões de sexo. Dizer na resenha que eu não gostei do livro porque ele tem sexo demais, sendo que eu sabia que o livro era assim, é hipocrisia. Eu peguei esse livro para ler sabendo de tudo isso, mas eu esperava uma escrita trabalhada.

Explicando isso melhor. A Jess está esperando o cara perfeito e sonha com isso. Quando conhece Ellis, sente atração por ele e acredita que ele seja essa pessoa, só que isso acontece em um dia. No mesmo dia em que ela conhece o Ellis, ele já está beijando os seus pés e querendo transar com ela. Poucos dias depois isso acontece e ele ingressa ela nas artes sexuais, incluindo o BMDS. Logo no começo eu fiquei pensando com meus botões.

Eu não poderia fingir para você, Ellis McKenna. Você viu através de mim. Você sabia que havia alguma coisa. Mas vou precisar disfarçar para todas as outras pessoas. 


A mulher espera 30 anos pelo cara perfeito, porque ela não sentia confiança e atração por nenhum que conheceu, e no primeiro momento que ela conhece o Ellis atração acontece e a confiança também? Não sei, esquisito e no meu ponto de vista não acontece na vida real em 99% dos casos. O que me irritou mesmo foi a repetição de palavras e ideias que o livro têm. A palavra devasso gente do céu, é a mais repetida do livro e em questão de ideia é que o caso deles ser passageiro. O Ellis fica no looping que não pode ficar com a Jess por causa do que aconteceu no passado dele, chato apenas.

Pelo menos a autora não infantilizou a personagem, um dos poucos pontos que gostei. Ter uma estória que gira em sexo não é o problema desse livro, é como a autora escolheu estruturar isso. Tudo é rápido, superficial e repetitivo. Acho que se eu ler devasso nas páginas de outro livro eu largo ele. Não tenho a intenção de ler algo da autora por agora, mas não descarto essa possibilidade no futuro. Valeu para deixar claro para mim, que eu gosto de livros eróticos mais bem estruturados e profundos.

Ela é a obra-prima. Especialistas em arte jogariam as mãos para o céu, horrorizados por eu dizer isso. Mas ela é a visão que eu quero ver aqui, a mais linda. 

www.sejacult.com.brComo Seduzir Um Bilionário
Portia Da Costa
Editora Essência

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site:

3 comentários:

  1. Oi Denise
    Adorei a resenha, mega sincera
    Eu adoro livros eróticos e tal, mas tô bem cansada de tanto sexo kkkkkkkkkkk
    No momento tô dando um tempo, tô mais nos romances de época, o que era raro por aqui
    Enfim, a história de mocinha+CEO+sexo+sexo+sexo+sexo me cansou

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise!
    Adoro resenhas sinceras.
    É tão difícil achar isso em blogs...
    :x
    Hahaha
    Só pela sinopse eu já imaginei que era sexo sem fim.
    E livro assim me cansa.
    Eu leio hot, mas não gosto quando é quase pornô, que o sexo é o mais importante, mais do que um enredo de verdade.
    Enfim, não lerei.
    :D

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  3. Guria. Passo reeeeeeeeto de livro assim! Kkkkkkkkkkkkkk
    Sério. Eu amo uma sacanagem em uma história, mas ficar só nisso é um saco.
    Já parei muito livro na metade por conta disso. O sexo no livro tem que ser consequência do amor. Ser narrados aos poucos quando a história pede e não toda hora, porque é chato demais.
    E personagens rasos pra ajudar? Nah, melhor não! Rs
    Adorei sua resenha sincera!
    É isso mesmo!!!

    Beijos De!
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.