Princesa de Papel || Erin Watt - The Royals #1

06/03/2017


Ella Harper sempre teve uma vida difícil. Desde muito pequena ela precisou trabalhar e ajudar a mãe e nem sempre esses empregos foram... como dizer, íntegros. Mas a gente faz o que precisa para sobreviver e essa é a palavra que guia Ella, sobrevivência. Ella nunca conheceu o pai, o que torna a situação com ela se depara agora inusitada.

Um homem diz que é seu tutor, por ser o melhor amigo do pai. Desde que a mãe faleceu com câncer, Ella está sozinha no mundo e se virando, mas essa nova situação a está deixando desconfiada. Callum Royal aparece do nada, dizendo que se ela morar com ele e os filhos, poderá receber por isso e de quebra, conhecer mais sobre suas origens.

Só que o que Callum não diz, é que os filhos não a querem na casa deles, principalmente Reed, que parece ser o líder dos Royals. Como Ella não tem mais nada a perder, aceita o desafio e embarca nessa nova jornada. Quem vai contar essa aventura para os leitores será Ella e gostei dela logo de cara. Ela é uma menina que faz o impossível para sobreviver, mesmo que isso envolva ser stripper, por exemplo.

Ao se deparar com esse novo desafio ela vai, mesmo com medo e desconfiada. Ela é bastante pé no chão e mesmo vivendo com tanto dinheiro, ainda mantém a cabeça em ordem. Ella sabe o valor das coisas, do quanto o dinheiro é importante para ser desperdiçado com bobagem. Em momentos que se pega deslumbrada por algo, lembra da vida complicada que teve e volta ao seus princípios.

Gosto de agir como se fosse durona, e sou mesmo, até certo ponto. Já fui pobre e passei fome. Fui criada por uma stripper. Sei dar um soco se precisar. Mas só tenho dezessete anos. Às vezes, acho que sou jovem demais para ter vivido a vida que eu tive. Às vezes, olho ao redor e penso: Aqui não é meu lugar.


Reed já é completamente o oposto. Ele gasta dinheiro como bebe água, sem se importar com quem está pagando. Todos os irmãos são mais ou menos assim, aparência acima de tudo. Não fui com a cara de Reed o livro inteiro, nem mais para o fim quando ele e Ella começaram a se entender. Ele é complicado, a falta do pai faz com que ele desconte em confusões e sexo. Em muitos momentos ele é ignorante com a Ella e os dois só se envolvem por uma questão de pele, pelo menos no começo.

Essa questão do sexo é interessante, porque o livro me passou a mensagem de que isso seria o ponto chave do livro. Só que quando eu terminei, percebi que sexo mesmo foi feito por outros personagens que não os principais. A atração entre Ella e Reed é intensa, o livro fala sobre sexo o tempo todo, inclusive com várias palavras ligadas a isso, mas o ato mesmo foi reservado para outro momento.

O livro não é bobo. Ele foi escrito como um romance sensual juvenil, mas por baixo de todo glamour de uma jovem deixando a vida como stripper para trás e indo morar no luxo e riqueza, tem uns temas delicados. Quando a Ella chega na escola nova, a que os Royals estudam, se depara com um submundo de drogas, brigas, bullying... Tudo é muito bonito e perfeito, ao mesmo tempo que é sujo e feio. As pessoas não são o que aparentam e a Ella passa o livro todo tentando descobrir em quem ela pode confiar

Dá para perceber que a autora pensou no romance, mas também em um contexto que não deixasse o livro vazio. Me senti particularmente tocada com uma cena onde umas das meninas é dopada e quase violentada. O modo fácil com o que o agressor achou que sairia dessa é assustador. Se você tem dinheiro, pode fazer o que quiser que não será punido. Infelizmente, isso acontece na vida real, mas no livro esse cara teve uma boa lição.

Olha, eu gosto de você. Não achei que ia gostar, mas gosto, e, porque gosto, sinto que preciso avisar que nós, Royal, somos todos errados. Somos bons na cama, mora fora isso? Somos uns furacões de categoria quatro.


Dei 4 estrelas para o livro, porque não gostei da relação dos meninos com o pai. A família se desestruturou quando a mãe morreu e os filhos culpam o pai pela morte dela. Callum acaba compensando isso com dinheiro, deixando os filhos fazerem o que querem. Em muito momentos, tive a impressão de que ele apenas fechava os olhos para tudo, é mais fácil assim.

O que me incomodou é que ele não se esforça para ser presente e dar aos filhos o que eles precisam, amor e presença. Achei bizarro a intimidade do Callum com a namorada ser tão aberto, a ponto dos meninos verem/escutarem cenas de sexo dele com a namorada e estar tudo bem.

O que me surpreendeu mesmo nesse livro foi o final. Supus, pelos livros jovem adulto que leio, que essa série seria cada livro sobre um irmão. Então se são 5 Royals, seriam 5 livros, só que não. A autora termina Princesa de Papel com o famoso "continua...", ou seja, o próximo livro da série será sobre Reed e Ella.

Fui pesquisar depois e descobri que três livros da série foram lançados e todos são sobre o casal desse primeiro. Agora não tenho certeza se a série terá mais livros e se serão sobre os outros irmãos. Eu estou empolgada para ler as continuações e saber o que o futuro reserva para Ella e Reed.

Eu nunca amei ninguém. Amei minha mãe, mas não é a mesma coisa. O que estou sentindo agora é... algo que me consome inteira. É quente e doloroso e poderoso e está em toda parte, inundando meu coração, pulsando pelo meu sangue.

www.sejacult.com.brPrincesa de Papel - The Royals # 1
Erin Watt - Jen Frederick Elle Kennedy
Editora Essência: Facebook
 
Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

4 comentários:

  1. Oi Denise.

    Quando vi a capa desse livro no skoob eu não liguei muito, mas agora que li sua resenha, já quero ele pra ontem!!!

    http://www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha. Não imaginava que o livro fosse assim, só tinha visto a capa e não a sinopse então pensei que fosse tipo A seleção mais voltado.pro contos de fadas.Fiquei com vontade de ler, mas não sei se quero começar mais outra série de livros.

    ResponderExcluir
  3. Oi, companheira de filhaaaaaaa!
    :D
    Eu não conhecia esse livro até você falar sobre ele ontem.
    Gostei muito do enredo e das suas opiniões.
    Vou querer ler.
    Quando vi a capa - toda linda e meiga - achei que a história seria completamente diferente. Me surpreendi com a sinopse e uma vida de stripper deixada para trás.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.