Resident Evil 6: O Capítulo Final

26/01/2017

Resident Evil 6: O Capítulo Final || Classificação: ★ (Ruim) || Estreia em 26 de janeiro de 2017
Texto: Murilo Maximiano || Revisão: Kamila Wozniak


E temos mais um filme de Resident Evil, o que nos faz perguntar: “Como ainda têm coragem de filmar essa franquia?” Em mais um longa onde o roteiro é pífio e sem sentido, a física é ignorada de maneira que zomba do espectador e ninguém parece realmente ter vontade de atuar, a franquia demonstra que já passou da hora de desistir. Sobrevivente do massacre zumbi, Alice (Milla Jovovich) retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City. Onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. Para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos.

O início do filme é tão ridículo quanto todo o resto – e talvez toda a franquia. Numa sucessão de cenas sem conexão onde Alice aparece zanzando sem objetivo por Washington enquanto é atacada por toda a sorte de aberrações mutantes. A protagonista encontra uma sala onde a inteligência artificial, Rainha Vermelha, a contata e fala de uma cura, e que Alice tem 48h para conseguir tal substância e salvar o que resta da humanidade. E é isso! Não esperem nenhuma história a mais daí, todo o desenrolar são cenas mal conectadas, revelações desinteressantes e um final que trata o espectador como um completo idiota. Nem ao menos as cenas de ação salvam.

Mal dirigidas, contam com algumas câmeras tremidas, tiros e frases de efeito demais, e emoção de menos. Tudo parece muito óbvio, mecânico demais, como alguém que vai apenas jogando situações aleatórias para enrolar um pouco enquanto não chega ao grand finale. E que grand finale horrível. Numa sucessão de eventos que desafiam qualquer lógica – interna ou externa – o filme se fecha com soluções forçadas e preguiçosas, onde rir é a única forma de aceitar a situação grotesca e ridícula ao que o filme se resume.

É tão ruim quanto seus antecessores, e termina seu capítulo final sem ser tão final assim. Uma pena que um jogo tão aclamado e amado tenha sido transformado numa franquia de filmes tão ruins e absurdos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.