Escândalo de Cetim || Loretta Chase - As Modistas #2

13/01/2017


Longmore e Sophia nunca se deram muito bem. Ela é uma jornalista que se infiltra nas festas da alta sociedade para escrever fofocas no jornal local e isso não agrada muito Longmore, que às vezes, aparece no tal jornal. Sophia não gosta de Longmore porque ele desperta coisas perigosas nela. A loja da família não pode passar por um novo escândalo, e tudo o que elas menos precisam é da mãe de Longmore denegrindo os vestidos feitos pelas Noirot. Só que quando Clara, a irmã de Longmore, foge para não casar, serão os dois que vão tentar resolver esse problema. No meio disso, a atração entre eles será difícil de resistir.

Escândalo de Cetim é narrado em terceira pessoa e o fato da protagonista ser jornalista é um ponto interessante no enredo. As mulheres da época tinham poucos estudos, e a Sophia não só domina a arte da escrita, como trabalha em um jornal. Fora isso, ela é uma mulher com uma lábia ótima; consegue convencer qualquer pessoa a fazer o que ela quer, menos Longmore. Ele é um homem tranquilo com a sua posição e o que esperam dele, que é nada. Ele já deixou claro para a família que vai viver como bem quiser. Sendo sincera, não é o tipo de homem que eu gosto, no estilo encostado, mas para época isso era bem comum.

- Ela é mulher - alegou Longmore. - Para que ela precisa de um cérebro? 
- Para lidar com homens que não têm um - rebateu Sophia.


O romance do casal é entre os trancos e barrancos. Os dois se bicam muito e são teimosos, mas sentem algo um pelo outro. O que mais desperta a curiosidade de Longmore é a capacidade de Sophia de passar despercebida entre a alta classe. Ela se fantasia das mais diversas formas para descobrir as principais fofocas londrinas, mas para Longmore é impossível não reconhecer uma mulher tão interessante quanto ela. Já Sophia gosta da verdade dele. Ele não esconde que é um homem que gosta de mulheres e de ter uma vida mansa. Ela se considera superior em inteligência a ele e ele aceita isso na boa, a parte física da confusões fica por conta dele e está tudo bem.

Os dois juntos se aventuram para ajudar Clara e quando menos esperam já estão apaixonados. As convenções aqui também são citadas. Longmore é rico e como tal, deveria se casar com alguém da sua classe e não uma modista, alguém que veio da França e precisa trabalhar para viver. Ainda mais uma Noirot e o mistério por trás do sobrenome das meninas continua. Desde o primeiro livro existe algo a ser descoberto sobre a família das meninas, e a curiosidade sobre o que eles fizeram que ninguém pode saber só aumenta. Isso deve ser revelado no próximo, sobre a última irmã, já que o último deve ser o livro da Clara.

Nem sempre homens eram gentis. Não que quisessem ser cruéis, mas estavam acostumados a ver o mundo girando de acordo com os próprios desejos que jamais percebiam quando ele girava e atropelava as mulheres. 


A autora se manteve fiel com o titulo da série e mais uma vez convida o leitor a conhecer o mundo das criações de vestidos. Não vou mentir, essa é a parte que eu mais tenho gostado na série. Parando pra pensar, os romances históricos meio que seguem um padrão, então o diferencial é o contexto. Nessa série o foco é a moda, uma coisa que eu ainda não tinha lido em romances históricos e acabou me chamando a atenção. Gosto de como a autora, através das protagonistas, descreve em detalhes as roupas da época. Ainda mais que eu não tenho muita noção disso, então é como se eu estivesse nos bailes ou na loja delas.

A Loretta Chase é uma autora muito boa, que na série dos Canalhas foi realmente mais feliz, como algumas resenhas comentam. Só que eu não acho essa ruim, a moda e como as protagonistas são politicamente incorretas me agrada, foge do moldes. Escândalo de Cetim ainda tem o bônus da comédia, já que os protagonistas são duas figuras que hora brigam, hora se amam. É divertido no fim das contas e eu ainda não sei porque demorei tanto para ler. Num determinado momento do livro, a autora dá mais atenção à estória da Clara, o que ela tem feito desde o primeiro, ou seja, eu acredito que o melhor da série seja o livro dela mesmo, da irmã de Longmore.

Sophia, a loura, era a vendedora. Ela era capaz de amolecer corações de pedra e arrancar grandes somas de dinheiro das pessoas. Conseguia convencê-las de que preto era branco. Suas irmãs costumavam dizer que ela conseguiria vender areia a beduínos.

www.sejacult.com.brEscândalo de Cetim As Modistas #2
Loretta Chase
Editora Arqueiro: Twitter/Facebook

Resenha do primeiro livro da série:
Sedução da Seda

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.