Resenha: Lembranças - Redenção #2

11/11/2016


Ashley prometeu começar uma nova vida quando voltou de Paris. Porém, os erros cometidos lá continuam a assombrá-la. Ela fechou o seu coração, convencida de que ninguém poderia perdoá-la e de que os antigos amores estavam fora de cogitação. Mas quatro pessoas improváveis, pacientes com Alzheimer, agora cuidados por ela encontraram as rachaduras de seu interior e, lentamente, a ajudam a se recuperar. 

Uma tragédia... 
Em seguida, vem o pesadelo de 11 de Setembro. A vida da família Baxter jamais será a mesma. É o momento em que passam a se lembrar do que realmente importa na vida. É hora de tomar decisões comoventes para retomar a esperança. 

A benignidade... 
Landon Blake amou Ashley desde a adolescência, mas a mágoa de seu passado o convenceu de que ela nunca será capaz de amá-lo novamente. O bombeiro tenta aliviar a dor de sua rejeição trabalhando no resgate dos acidentados no 11 de Setembro. Será essa uma nova oportunidade, desta vez em Nova York, de manter-se longe e esquecer Ashley para sempre? 

Uma história para aprender a lidar com tragédias, curar feridas e descobrir a importância de relembrar. Lembranças é o segundo de uma série de cinco livros. Nela, os autores apresentam a família Baxter, seus medos e desejos, os seus pontos fortes e fracos, suas perdas e vitórias. Uma família comum e com muito a nos ensinar sobre a vida. 

Cada livro mostrará conflitos de relacionamento, problemas do cotidiano das famílias, dos casais, dos filhos, suas alegrias e tristezas. Encontre a verdadeira redenção para sua vida espiritual e para os seus relacionamentos em uma das sagas ficcionais de maior sucesso dos EUA. 

Lembranças é o Segundo livro da saga da família Baxter e dessa vez traz com mais foco a trama de Ashley, uma mulher solteira com um filho que, apesar de ter sido criada num lar cristão, com pais que sempre frequentaram a igreja e serviram a Deus, tem sua fé abalada. Não há como falar dessa história sem relembrar alguns acontecimentos do primeiro livro, onde temos uma pequena parte do conflito de Ashley que, após ir à paris para estudar pintura, volta grávida e frustrada com sua carreira e sua vida. Ela é acolhida pela sua família, embora o irmão Luke tenha um pouco de dificuldade de aceitar os rumos que a vida de Ashley tomou. Ela também reencontra Landon, um antigo amor a qual ela rejeitou por achar que suas vidas não se encaixavam tão bem, já que ambos tinham objetivos muito diferentes.

Em Lembranças, tudo começa num incêndio. Após entrar num local em chamas para salvar um garotinho, Landon acaba ficando preso e, sem conseguir sair de lá, acaba aspirando uma quantidade boa de fumaça, o que o leva a perder os sentidos. Enquanto isso, Ashley, sem saber de nada, tenta uma vaga de emprego num asilo para cuidar de idosos com problemas, como Irvel, uma senhora com Alzheimer. Quando Ashley chega à sua casa e descobre o que está acontecendo, corre para o hospital e, vendo Landon está entre a vida e a morte, ela declara todo seu amor.

Eu realmente acredito que o amor é uma decisão. Eu decidi amar Tim Jacobs na felicidade ou na tristeza.

Não demora para que Landon recupere-se do coma e se lembre das palavras ditas por Ashley. Ela não nega tê-las dito, mas se mantém firme na decisão de não engatar um romance com ele, tendo consciência de que não seria a esposa que ele gostaria, já que ambos continuam com objetivos tão diferentes. Assim, o bombeiro toma a decisão de ir trabalhar em Nova York, afastando-se talvez para sempre do seu grande amor, o que faz o coração de Ashley se partir. Além da história de Ashley e Landon, temos também momentos da Kari, como ela seguiu a vida depois da morte de Tim, e também um foco significativo em Luke. Como sempre, todos os personagens são muito importantes e todas as histórias têm algo a dizer e se entrelaçam de alguma forma.

O livro é maravilhoso, uma das melhores leituras que fiz este ano. Apesar de todos os acontecimentos, as tragédias, os personagens sempre encontram forças em Deus, na fé que têm e no sentido de todas as coisas, ainda que esse sentido não pareça tão claro num primeiro momento. Eu simplesmente virei fã da Karen Kingsbury e estou muito ansiosa para ler também o terceiro livro. Espero sinceramente que a Pórtico lance todos. Lembranças é uma história cheia de conflitos e superações, retorno da fé e do amor, que vai arrebatar seu coração durante toda a leitura. É impossível não se apaixonar por uma obra tão bem escrita e tão maravilhosa. A quem leu o primeiro livro, indico que leia também o segundo e, a quem não leu nenhum, eu digo: corram e leiam todos! Essa obra é fantástica.

Quando um relacionamento não está dando certo, os medos normalmente são a base do problema.

https://www.facebook.com/literaturadeepoca/?fref=tsLembranças #2
Karen Kingsbury com Gary Smalley
Editora Pórtico: Facebook


Um comentário:

  1. Olá, Naiara

    Eu não conhecia o livro, nem o primeiro. O livro é mais puxado pra religiosidade, né? Eu não costumo ler livros assim, mas a trama até que me pareceu interessante.
    E que bobeira essa dela em não querer ficar com ele!!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.