Resenha: A Fera em Mim - Vilões #1

15/11/2016

Aproveitando que tá todo mundo em choque (no bom sentido) com o trailer de A Bela a Fera que saiu ontem, eis uma resenha de uma releitura da Fera que eu não gostei muito.


Um príncipe amaldiçoado se isola em seu castelo. Poucos o viram, mas aqueles que conseguiram tal proeza afirmam que seus pelos são exagerados e suas garras são afiadas como as de uma fera! No entanto, o que levou esse príncipe, que já foi encantador e amado por seu povo, a se tornar um monstro tão retraído e amargo? Será que ele conseguirá encontrar o amor verdadeiro e pôr um fim à maldição que lhe foi lançada? Em A fera em mim, conheça a história por trás de um dos mais cativantes e populares contos Disney de todos os tempos- A Bela e a Fera! 

Considerações adicionais:

Quando falei no vídeo que esse livro era para crianças, não quis dizer que livros destinados ao público infantil tivessem que ser rasos, longe disso. Apenas que a escolha de palavras mais simples, uma superficialidade na caracterização dos personagens e pouco conteúdo, seriam mais facilmente absorvidos por uma criança. Eu realmente não gostei de como o livro foi escrito e os personagens desenvolvidos, principalmente pela grandeza deles. O conto A Bela e a Fera passa essa mensagem de amar as pessoas acima da aparência, o que acabou se perdendo nessa versão da Serena Valentino.

A maldição é passada para o Príncipe por três bruxas que participam dos outros livros da série, então personagens diferentes são acrescidos ao conto da Disney. Por ter partido o coração de uma pessoa próxima a essas bruxas o Príncipe virou Fera. O que ficou mal encaixado foi a tentativa dela de criar elementos novos e combinar com o desenho. O caso do Gaston é um desses momentos. Ele é amigo do Príncipe no começo, depois não é mais e a morte dele não ficou bem explicada e com coerência. A tentativa de dar um novo sentido ao desenho, mas ainda querendo encaixar com o que já foi visto, é o que não deu certo. Talvez a autora fosse mais feliz se criasse uma nova estória.


A Fera para mim não é vilão porque tanto no conto original, quanto na versão da Disney ele é amaldiçoado por se importar mais com a aparência do que com o interior. Convenhamos, quem de nós nunca fez isso né? No livro a autora colocou ele mais cruel e desprezível do que no desenho para justificar a maldição. Isso para mim não se sustentou, mas ok, opinião. Para mim a Fera/Príncipe é a representação do arrependimento, do erro e das consequências, daquilo que não devemos ser mas que quando somos, podemos nos redimir. Essa importância do personagem, da mensagem que ele passa, não foi exaltada no conto e me incomodou, mais do que tudo.

Não foi uma leitura que me envolveu ou remeteu a magia e encantamento que eu sempre sinto quando vejo o desenho. Mas embora não tenha gostado, estou lendo o próximo sobre A Rainha Má e pretendo terminar a trilogia. Já adianto que o segundo vai por um caminho mais ou menos parecido com esse, a diferença é que a Rainha não tem uma importância tão grande como a Fera. O conto Branca de Neve não é sobre a Rainha, diferentemente do conto A Bela e a Fera que o foco é totalmente na Fera. Espero que o segundo melhore.

A Fera em Mim A história do príncipe da Bela
Serena Valentino
Universo dos Livros: Twitter/Facebook

Um comentário:

  1. Que linda foto, estou querendo ler.<3

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.