Cine Cult: O Shaolin do Sertão

17/10/2016

O Shaolin do Sertão | Classificação: ★ (Ruim) | Lançamento em 20 de outubro de 2016
Texto: Murilo Maximiano | Revisão: Kamila Wozniak


Os filmes chineses de kung-fu e artes marciais geraram uma série de divertidas paródias, de Kung Fury à Kung Fusão, que retiram fáceis risadas das situações absurdas e nonsense geradas entre os socos e voadoras dos personagens. O novo filme de Halder Gomes (Cine Holliúdy) tenta se utilizar das piadas desses filmes com uma interessante pegada regional, mas falha com as piadas forçadas e falta de timing, que termina por gerar um filme cansativo e com risadas pontuais e casuais demais para realmente divertir. Aluiso Li (Edmilson Filho) é um padeiro apaixonado por filmes de artes marciais chineses.

Treinando diariamente para tentar aprimorar suas não existentes habilidades no kung fu, vê no desafio de um lutador que passa de cidade em cidade derrotando outros competidores, a chance de provar suas habilidades marciais. A introdução (e consequente créditos iniciais) mostra um pouco do que o longa poderia e deveria ter sido. Se utilizando de uma estética de filme oitentista, traz Aluiso Li brigando contra lutadores numa China falsílima enquanto solta piadas e jargões típicos de comédias nordestinas. Nada melhor para uma comédia nonsense paródica com a cara do melhor do Brasil. É uma pena que a partir daí o filme parece se perder.


Edmilson Filho entrega uma atuação competente assim como todo o elenco, com personagens divertidos que seriam interessantes de serem vistos em um roteiro mais inspirado. Porém, o excesso de esforço em fazer o espectador rir em cada mínima situação somado às piadas forçadas e muitas vezes intermináveis, gera momentos em que o longa chega a ficar constrangedor. O Shaolin do Sertão é um filme que detinha um incrível potencial, todos adoram as comédias absurdas de kung fu e a consistente tradição humorística nordestina.

Infelizmente, devido a um roteiro pífio e piadas forçadas e contínuas – a luta final se estende por muitos mais minutos que gostaríamos e gera mais constrangimentos que risadas –, somos apresentados a mais uma comédia sem graça e cansativa que definitivamente não merece grande atenção.



2 comentários:

  1. Oii! Por ser um gênero q eu não curto, essa dica dxo passar...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Vi o trailer deste filme no programa da Regina Casé,e ri bastante, parece ser muito engraçado!! Quero assistir!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.