Resenha: O Diário Internacional de Babi

23/08/2016


Mudar nunca foi a palavra preferida de Bárbara. Porém, depois da separação dos pais, a garota de 15 anos se vê obrigada a migrar com a mãe e os irmãos para Orlando, a cidade americana onde os sonhos ganham vida. E descobre que a fronteira entre o real e o ilusório pode ser mais difícil do que parece.

“Como a terra do Mickey, o livro de Chris Salles é cheio de magia, pois nos transporta instantaneamente para a vida da Babi, a protagonista. Com o diário dela nas mãos, nos sentimos íntimos, como se ela fosse uma amiga querida que nos escolheu como confidentes. Através de suas experiências, ela nos mostra que a primeira imagem de uma pessoa pode enganar, que devemos ser mais receptivos, que processos de adaptação podem ser complicados, mas não duram para sempre. Acima de tudo, Babi nos ensina que a vida real também tem seus momentos de contos de fada. Basta a gente permitir que eles aconteçam. E, especialmente, nunca deixar de sonhar.” - Paula Pimenta

Romance juvenil da carioca Chris Salles, autora que teve mais de 5 milhões de leituras na rede social de escritores Wattpad, tendo vendido dois prêmios Wattys 2015.

Narrado em primeira pessoa pela personagem Barbara, O Diário Internacional de Babi conta a história de uma garota que está se mudando do sul do Brasil para Orlando, nos Estados Unidos com seus irmãos e mãe por conta de problemas financeiros que a família vem sofrendo. Então, a convite de um dos tios que já mora por lá há algum tempo, a mãe de Babi decide levá-los embora e tentar a sorte em terras estrangeiras.

Ao chegar a Orlando, Babi e a família ficam instalados na casa do seu tio. Mas isso não é o pior. O pior de tudo é que ela será obrigada a conviver com a prima Ana, com quem nunca se deu bem na infância e com o primo Vinicius, por quem era apaixonada e escrevia bobas declarações de amor. Apesar dos conflitos por causa da nova vida, e de seu jeito totalmente atrapalhado, Babi vai tentando se adaptar ao lugar e acaba reencontrando Theo, um garoto que ela conhecera no voo e que achou que não veria nunca mais. Então entre mal entendidos e muita confusão, os dois acabam se aproximando, embora essa aproximação gere muita inveja por parte das garotas que são caidinhas pelo jovem simpático e amante de música.

Músicas são sons diferentes que se cruzam e se combinam. Então, para mim, escolher um instrumento seria como escolher apenas uma estrela e deixar um universo inteiro para trás.


Bom, o livro é em formato de diário, logo temos a data, o título e as horas em que Babi pausa para escrever. A história é bem clichê, mas, como eu sempre digo, um clichê bem trabalhado consegue conquistar qualquer leitor e com a narrativa leve e bem divertida, apesar de todo o drama da personagem, a obra consegue prender a atenção e fazer com que você queira ler tudo de uma só vez.

Tenho que dizer que fiquei extremamente feliz ao ver uma autora sair do wattpad e ir para uma editora grande como a Planeta e ainda ser indicada pela Paula Pimenta, uma escritora incrível! Acredito que essa foi uma tacada certa da Planeta e penso que a Cris Salles ainda tem uma carreira bastante promissora pela frente como escritara. A diagramação do livro está excelente e história e personagens são muito envolventes. Torço para que a editora lance a continuação, pois, sem dúvidas, preciso de dose dupla de Babi.

Alguns cientistas dizem que as estrelas são como maquinas do tempo. Quando você olha para elas, na verdade está vendo o passado, porque a luz demora para chegar aqui. Algumas nem existem mais. Se você for ver, as músicas fazem quase o mesmo. Só algumas notas, um punhado de palavras e seu corpo pulsa no ritmo do passado trazendo de volta um lugar, uma lembrança, uma pessoa.

https://www.facebook.com/literaturadeepoca/?fref=tsO Diário Internacional de Babi
Chris Salles
Editora Planeta: Twitter/Facebook

Um comentário:

  1. Oi, Naiara!
    Eu não conhecia esse livro, mas que lindo! Amei a resenha e fiquei com vontade de ler, parece ser uma leitura bem descontraída.
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.