Resenha Histórica: Sedução - Notorious #1

17/06/2016


Lord Damien Sinclair dedica seu tempo a seu próprio prazer - o que pode ser resumido em duas palavras: jogos e mulheres. Mas essa rotina muda quando sua irmã, Olivia, sofre um acidente em uma situação comprometedora, que pode colocar em risco a sua honra. Damien estava disposto a acabar com Aubrey, o nobre que a teria ferido, mas não esperava encontrar um obstáculo tão... sedutor: Vanessa Wyndham, a irmã do rapaz. Ela se oferece para cuidar da inválida Olivia, e assim poupar a vida do irmão. Damien aceita, mas com uma condição: ela também teria de ser sua amante. 

Nesse romance de intriga e sedução, a autora explora sentimentos que nem sempre são revelados. Será que os corações escaparão ilesos quando o acordo for posto em prática?

Ao se sacrificar para ajudar a família a não perder tudo, Vanessa não sabia no que estava se metendo. A intenção era pedir que Lord Damien fosse piedoso e relevasse as dividas de jogo de seu irmão. Só que o desejo de se vingar, já que foi o irmão de Vanessa quem deixou sua irmã inválida, é maior e ele não cede, porém, dá outra alternativa a Vanessa que não perder tudo: ser sua amante. Ela aceita e para não comprometer muito a sua reputação, vai morar com Damien como acompanhante de Olivia, irmã dele. Elas se dão bem, mas Vanessa tem problemas maiores com o que se preocupar, como a sua falta de interesse por sexo. O desafio para um dos grandes libertinos de Londres está lançado.

A estória é narrada em terceira pessoa e acompanha o casal principal. O Damien é quem a gente conhece logo de cara, porque as primeiras páginas do livro é ele recebendo a noticia que a sua irmã sofreu um acidente. A personalidade dele é como a de qualquer libertino de romances históricos: sarcástico, bonito e distante emocionalmente. A única coisa que diferencia o Damien dos outros, são os gostos amorosos, mais ao estilo intenso e diferente. A Vanessa é mais experiente, já foi casada, só que não foi feliz no casamento. Ela é meio que uma virgem, porque só teve relações com o marido por obrigação e nunca sentiu prazer. Isso acaba refletindo em uma insegurança em relação a ela e ao seu corpo. Em contrapartida, ela é uma mulher inteligente, forte e que gerencia as finanças da família.

Essa série é dentro do gênero romance histórico, e como tal, eu sempre espero uma sensualidade mais amena, deixada para a imaginação do leitor quando essas cenas são descritas, mas a autora me pegou completamente de surpresa ou ser tão descritiva e deixar páginas e páginas só para o assunto. O romance da Nicole gira no erotismo, no fato de Damien ter que ensinar à personagem Vanessa a ser sua amante, e quando eu falo em ensinar, é descrever tudo como em uma aula. Eu geralmente não curto livros eróticos, por isso os romances históricos são meus queridinhos. Só que a autora foi esperta por causa dos personagens, eles me prenderam, então mesmo que eu não tenha gostado das cenas de sexo sendo descritas com tantos detalhes, queria ler por eles.

Desejo tocar você inteira – Sussurrou com voz rouca – beijar cada centímetro do seu corpo e tomar posse dele. 


O casal cativa porque nenhum dos dois é inocente, claro que a Vanessa não é no nível do Damien, mas ela já foi casada e passou por vários escândalos com o antigo marido. Quando ela começa a se envolver com o libertino, descobre o quanto o sexo pode ser prazeroso e uma arma para conseguiu outras coisas que ela não tem, como dinheiro, por exemplo. Foi interessante ver o amadurecimento do Damien ao longo do livro. Ele começa sem muitos sentimentos, mas isso vai mudando a cada página. O envolvendo apenas com a Vanessa e o tempo de qualidade que ele passa com a irmã, enquanto ela está se recuperando, fazem com que ele olhe com outros olhos para uma vida sossegada. Ele acaba percebendo que pode estender essa tranquilidade, o carinho e amor que brotaram, para mais tempo do que só o verão, prazo que a Vanessa será sua amante.

Acho que essa foi a primeira vez que eu li a tão famosa Nicole Jordan, pelo menos que eu me lembre, e fiquei realmente surpresa com o quão erótico o livro é. Foi a primeira vez que isso aconteceu comigo e a autora fez personagens tão bons de ler, que acabei nem me importando muito com esse fato. O que me deixou um pouco chateada, foi a autora não ter dado uma maior atenção para a Olivia e o Aubrey. Sei que eles não são protagonistas, mas foram importantes para que os principais se conhecessem. Fora isso, é uma leitura muito boa e diferente, que já me diz que os outros livros da série podem ter esse teor erótico. Espero que a autora me cative neles também como aconteceu com esse.

A profundidade do seu desejo também era nova. A necessidade ardente e primitiva que retorcia suas entranhas não estava apenas na superfície, mas em todo o seu ser. Quando Vanessa estava perto, só desejava perder-se nela, senti-la, saboreá-la, mergulhar no raro prazer de fazer amor com ela, tornar-se parte dela. 

*A Essência está relançando a série Notorious com novas capas. O último já saiu com a capa nova e agora eles vão relançar os primeiros com esse padrão.

www.sejacult.com.brSedução - Notorious #1
Nicole Jordan
Selo Essência (Ed Planeta): Facebook

3 comentários:

  1. Oi Denise!!!

    Eu amo romances de época, mas conheço nada da Nicole! Está na lista de leituras com certeza!!! Sobre o erotismo a Meg Cabot, como Patricia Cabot, tb gosta de descrever bem essas cenas, talvez vc tb goste dos livros dela!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi oi,

    eu sou a louca dos romances de época, e fiquei louca para ler esse! Foi bom saber que os personagens são cativantes e que a leitura te agradou, mesmo tendo muitas partes mais "calientes"! Vou procurar saber mais sobre a série!

    Beijos!
    Participe do sorteio de um kit de Mimos da Editora Arqueiro
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tudo bem?
    Já comecei lendo o quote ali e pensei "Uuui, nossa!" hahah O negócio é cabuloso hahah Enfim, não costumo ler livros de época, tampouco new adults, mas li um da Meg Cabot chamado Pode Beijar a Noiva. Acredito não ser tão "caliente" (como a amiguinha ali disse) quanto esse. Li outro, mas não se encaixava em romance épico. Se chama Belo Desastre. Confesso que esse chamou mais minha intenção. Uma coisa que reparei é que quando esse gênero é muito lido, acaba se tornando algo banal, chato. Pelo menos aconteceu comigo e alguns amigos leitores. Bom, adorei a resenha! Bjs,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.