Cine Cult: Angry Birds - O Filme

12/05/2016

Angry Birds - O Filme | Classificação: ★★★ | Estreia em 12 de junho de 2016
Texto: Murilo Maximiano | Revisão: Jonathan Humberto


Baseado no jogo homônimo, Angry Birds apresenta Red, um pássaro irritadiço e sem muitos amigos que vive na pacata Ilha dos Pássaros. Com a chegada de misteriosos porcos verdes, Red se une a seus colegas do centro de reabilitação contra raiva para descobrir os misteriosos planos dos visitantes. Um filme divertido com uma animação extremamente competente e bonita é o resumo perfeito da sensação que o filme deixa. Tudo é muito colorido e o exagero, muito comum às antigas animações como Looney Toones, é utilizado o tempo inteiro para manter as piadas que aparecem a cada segundo. Com uma trama simples e previsível, o filme consegue divertir casualmente e até tira algumas risadas, um prato cheio para crianças que não estão no cinema atrás de roteiros bem desenvolvidos.

Apesar disso, o longa demora para desenrolar, tentando explicar a sua existência e os motivos de se chegar ao clímax (onde o filme vira o jogo). Passa-se ainda muito tempo de tela explicando o motivo de Red ser tão irritado, o que em certo momento parece desnecessário, mas não chega a estragar a experiência. A animação e a renderização são, sem sombra de dúvida, o ponto forte do longa. Tudo é muito bem trabalhado e as cores são lindas, o que com certeza deixará as crianças e adultos absortos na beleza de tudo. O filme consegue transportar com louvor os personagens e cenários vistos no jogo, com direito a easter eggs para quem jogou todas as fases.

Ao final, Angry Birds – O filme tem personagens interessantes e cativantes, uma história banal que serve mais como desculpa para a sua própria existência, uma execução divertida e uma animação de fazer inveja a grandes filmes do gênero. Um longa bobo, mas divertido. Com certeza é dispensável, mas vai fazer qualquer criança muito feliz.




Um comentário:

  1. Eu gostava muito de jogar Angry Birds, e quando fiquei sabendo do filme já fiquei com vontade de ver, embora já imaginasse que o enredo seria meio bobo, mas qual o problema nisto, não é?! Bom saber que o filme possui imagens bem coloridas e alegres. Gostei da dica e da resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.