Resenha: Os Molambolengos

21/03/2016


Selma é uma garotinha esperta, mas muito mimada. Um dia Selma encontra, por acaso, uma colorida banda de marionetes, Os Molambolengos, que vão ensiná-la que nem sempre as coisas acontecem do jeito que ela quer.

Evangeline Lilly é mais conhecida por seu trabalho como atriz, mas sua paixão mais antiga é a escrita. Os Molambolengos é seu primeiro livro. Ilustrado por Johnny Fraser-Allen, essa excêntrica e visualmente encantadora fábula vai agradar tanto crianças quanto adultos. 

Depois de ler Os Molambolengos, eu meio que considerei ele uma fábula, já que ao final da estória você tem um ensinamento a se passar. Ele conta a estória de Selma, que se perde dentro de um parque de diversões e encontra uma barraca de marionetes, elas se chamam Os Molambolengos. As marionetes são representações de defeitos e dai você começa a perceber que a Selma também terá um. A garotinha conhece as marionetes e depois acaba se desentendendo com eles e é quando o seu defeito se mostra. Será que Selma conseguirá sair da carroça dos Molambolengos?

Embora com poucas páginas o livro passa uma mensagem interessante. Hoje em dia é difícil ter estórias infantis que passem a mensagem que esse livro quer passar. A maioria delas passa a mão na cabeça, deixa a criança à vontade, quando aqui a que é mimada e gosta de fazer birra se dá mal. Claro que a intenção é de que a criança pense no que pode acontecer com ela se for mal criada. Ao contrário dos especialistas, e acredito que esse livro seria repensado se é adequado por muitos, eu acho sim que a criança não é burra e precisa aprender desde cedo a ter limites. E essa é uma boa oportunidade pra isso, é só a mãe ou pai saber passar o ensinamento da forma certa.


Como estudante de tradução, eu não posso deixar de comentar sobre como deve ter sido a tradução desse livro. Não pensem que por ser uma estória infantil isso é mais fácil por ter poucas palavras. Acontece que a narrativa aqui é no formato de poesia, ou seja, com rimas. Chega eu tremo só de pensar nisso. Claro que a sonoridade das línguas é diferente, então o tradutor deve ter pensado em frases que rimavam em português e palavras que chegavam o mais próximo possível da tradução original. Lembrando sempre, e isso é algo pessoal e acadêmico, que não existe tradução errada, visto que são escolhas e interpretações. Fiquei curiosa sobre o título, como chegaram a esse nome.

Eu não cheguei a ver o livro original, mas este está lindo. O acabamento em capa dura, com as ilustrações estranhas e sombrias ao mesmo tempo; o traço mais grosso e deformado. Fora que tem prefácio, apresentação da autora e ilustrador. É um ótimo livro para se dar de presente, tanto para crianças quanto adultos. A autora dessa fábula veio ano passado na Comic Con e autografou o livro, participou de alguns eventos de divulgação e confesso, eu me lembrava vagamente de quem ela era. Na parte onde tem falando sobre a Evangeline, diz que a vontade da atriz é de seguir a carreira de escritora, estamos torcendo.

Outras fotos







www.sejacult.com.brOs Molambolengos
Evangeline Lilly
Editora Aleph: Twitter/Facebook


4 comentários:

  1. Oi (:
    Esse livro está maravilhoso mesmo! Uma leitura ótima.
    Fiquei pensando no tradutor também ahah mas resultou em um excelente trabalho, com certeza é um dos mais lindos da minha estante.

    seu blog é tão lindo *-* amei! já estou seguindo!
    Bj


    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que livro lindo, meu deus *-*
    Amo esse tipo de livro e de fato o tradutor deve ter quebrado a cabeça, né? o.O sabe que nunca tinha parado pra pensar nisso? Por ter rimas e até mesmo expressões que não fazem sentido em português, deve ser um trabalho bem difícil!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras| CONCURSO CULTURAL: escolha um nome, ganhe prêmios

    ResponderExcluir
  3. Oie Denise =)

    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha a história parece ser uma graça.
    Confesso que não ando lendo muitos livros nesse estilo, mas gostei bastante da dica desse.
    Anotada!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. Oi, Denise! Tudo bem? Ainda não conhecia esse livro, mas adorei conhecê-lo! A premissa é ótima e essa edição é muuuuuuuuito linda! *----*

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.