Resenha Histórica: Os segredos de Colin Bridgerton - Os Bridgertons #4

19/02/2016



Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.
Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
Em "Os segredos de Colin Bridgerton", quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

Esse era um dos livros que eu mais estava ansiosa para ler, pois em um dos livros anteriores o Colin rejeita a Penelope, então eu fiquei imaginando como que a autora contornaria esse fato para fazer como que eles ficassem juntos. Fora que é nesse que descobrimos quem é a Lady, a famosa colunista que sabe o que acontece na vida de todo mundo em Londres e conta isso de forma sarcástica e em formato de jornal. A amiga de longa data começa a mudar aos olhos de Colin quando ela se mostra mais, a garota tímida que no fundo é muito inteligente e observadora passa a mostrar esse novo lado e chama a atenção dele, enquanto Penelope foi apaixonada por Colin a vida inteira. Quando o interesse dele fica visível para ela, é um choque, pois Colin poderia ter qualquer mulher, mas escolheu a solteirona que ninguém queria.

Eu já gostava da Penelope nos outros livros e ficava curiosa se ela acabaria com o Colin mesmo, já que ele era um dos irmãos que não pensava em ficar muito tempo no mesmo lugar, sossegar. Só que dai ela começa a mostrar uma faceta mais interessante, se abre mais nos bailes, nas conversas, e isso atrai o Colin. O romance entre os dois foi meio que gradativo, unilateral no começo, mas depois os dois se envolvem e ele é arrebatado por ela. Se antes tínhamos a impressão que o Colin era perfeito, com esse livro vamos perceber que ele é um homem normal, com seus defeitos e uma vontade de sobressair que, às vezes, passa por cima da Penelope - vocês vão entender melhor quando ler. No físico ele é igual os outros e o melhor, gosta de escrever.

Só tinha voltado à Inglaterra havia duas semana, mas já podia perceber que Penelope mudara. Ou talvez ele tivesse mudado. Ou Talvez ela não tivesse, mas a forma com que ele a olhava, sim.

O amor ter acontecido aos poucos, pelo menos por parte do Colin, foi algo que me agradou muito. A Penelope sempre gostou dele, mas não tinha esperanças que ele retribuísse. O que acontece é que o Colin sempre foi o cara a margem dos irmãos, aquele no meio termo, e por isso busca se firmar. Ele quer ser reconhecido pelos próprio mérito e não por ser um Bridgerton. Quando a Penelope lê um de seus diários e fala que é bom e que ele devia publicar, ele vê nisso uma forma de reconhecimento. O amor meio que nasce dai, ela vê nele mais e ele começa a ver nela mais também. Achei interessante que a Penelope fala em um dos diálogos que sempre o amou e ele responde que sempre soube, mas que antes não era capaz de retribuir isso. É como se com a vivencia e ela se autoafirmando desse um clique na cabeça dele e ele pensasse 'ela é ideal para mim'.

Como tem muito tempo que eu li o terceiro, não sei se esse tem mais cenas sensuais que o anterior. Eu sempre acho que a Julia Quinn escreve muito bem essas cenas, com sutileza e detalhes na medida certa e com esse não foi diferente. O desafio de descobrir quem é a Lady Whistledown deixa Londres em frisson total e esse vai ser um dos temas mais abordados no livro, assim como os desdobramentos dessa descoberta. Claro que eu não vou dizer quem é, apenas que eu não imaginava. No começo muitos suspeitos serão levantados e como nenhuma pista foi dada nesses livros todos, pelo menos não que eu tenha percebido, você descobre no último momento, praticamente no susto. A autora foi inteligente de não revelar no final e dar uma explicação besta ou superficial, isso acontece no meio da narrativa e dai ela vai juntar todas as peças até que a pessoa que é, faça sentido.

Não digo que esse é o melhor da série porque gostei muito do primeiro, mas está entre os melhores. O fato da autora ter feito um personagem masculino tão normal contribuiu para isso. O Colin tem vários defeitos e qualidades, como qualquer cara, e a Penelope pondera isso em muitos momentos, pensando se ele vale a pena. Isso é o que todas nós fazemos, pensar se compensa ficar com um cara que tem determinado defeito que a gente não gosta. A Penelope se reinventou nesse livro, aparecendo com mais força e determinação, mais pela cabeça dela do que dos outros, o que culminou em um ótimo romance. O próximo é sobre a Eloise e novamente teremos um livro não convencional. Ela se envolverá com um homem que já foi casado, é mais velho e tem filhos. Uma pena que ainda não tenha ele mãos, pois já começaria a ler.

Ouça: o amor cresce e muda todos os dias. Não é como um raio que cai do céu e transforma você num homem diferente de forma instantânea.

Os Segredos de Colin Bridgerton (Os Bridgertons, #4)
Julia Quinn
Editora Arqueiro: Twitter/Facebook

2 comentários:

  1. Oi!
    Amo a Julia Quinn *-*
    Li o primeiro livro, e me apaixonei pela série. Espero ter a oportunidade de ler os outros livros em breve! Esse com certeza está na minha lista <3

    Beijos

    Elidiane
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    A série é ótima! Já estou para ler o 6º livro. Gostei muito da história da Penelope e do Colin, e com certeza foi uma surpresa descobrir quem é a Lady Whistledown haha mas confesso que gostei bastante e a personagem foi bem escolhida. A história da Eloise é muito boa também, ela desafia bastante a família. Leia sim! Parabéns pela resenha.

    www.booksimpressions.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.