Resenha Hot: Desejo Proibido #1

27/01/2016


Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.

Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois.
Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

Confesso que o que me fez solicitar esse livro para a editora foi esse envolvimento da professora com o aluno e da menina rica com o presidiário. Nos Estados Unidos, a lei de envolvimento professor e aluno é mais rígida do que aqui, as consequências são mais sérias também, então eu pensei que a autora iria por esse caminho. Só que não. O foco mesmo é no envolvimento da menina bem de vida com um preso. O que acontece, como sempre, é que por trás da prisão do Carter tem uma explicação e o fato da Kat estar dando aulas numa prisão também, e é assim que eles se conhecem. Ele vai para a condicional e continua tendo aulas com ela quando os dois se envolvem. O principal empecilho na relação dos dois será a mãe dela, que não aceita a filha se relacionar com um homem de ficha suja.

Os dois narram o livro e não entendi por que não colocar pontos de vista pessoais e alternados, mas tudo bem. A Kat é a protegida, aquela menina que teve tudo na infância e tem uma vida perfeita. Porém, isso é apenas para quem vê de fora, pois ainda criança ela presenciou o pai ser assassinado e essa é uma feriada que nunca cicatrizou. Isso meio que acaba moldando ela, com uma fragilidade às vezes grande demais. O Carter já tem uma personalidade mais agressiva e possessiva. No decorrer do livro entendemos a razão dele ser preso e como foi a sua infância, bem mais complicada que a da Kat e isso também se refletiu na sua vida adulta. A aparência dos dois é bem comum de livros hots, o que me lembra de que está na hora dos autores mudarem isso não acham??

Seu gosto forte, com uma pitada de fumaça. Era sublime. Era como se ela tivesse procurado por ele durante toda a vida. Ele fazia sua cabeça parecer leve e pesada, excitada e apavorada, tudo ao mesmo tempo.

Eu ando mais seletiva nas escolhas de livros hots; querendo algo com mais conteúdo que cenas de sexo. Minhas escolhas sempre se basearam nisso na verdade, mas eu meio que fui enganada algumas vezes. Aqui o livro tem as suas partes eróticas e são descritivas, a tensão entre os dois é grande, só que tem uma estória por trás. Tem o caso do amigo do Carter que falo a seguir, como o Carter e a Kat tem uma estória mais antiga do que pensamos, a mãe pé no saco dela e mais um ou outro problema para ser resolvido. Isso deu folego na leitura e não fez ficar cansativo, focado só na atração. Eles combinam, tem uma química boa, mas pelo amor o apelido em português que o Carter deu para Kat é ridículo. Se um cara me chamasse com nome de fruta a gente terminava na hora. Pego mal tradutora!!

O livro faz parte de uma trilogia e nesse primeiro existe sim uma finalização da estória da Kat com o Carter. Porém, sempre tem um porém, a autora entrelaçou o enredo desses dois com o do próximo protagonista, Max, melhor amigo do Carter. Aqui ele aparece como o cara que pode separar os dois por se meter em problemas e arrastar o Carter junto, mas dai a autora consegue transformar ele num possível mocinho para o livro seguinte. Já o protagonista do livro três também aparece aqui e é amigo do Carter. Dois deles tem em comum o fato de serem ex-presidiários e os três de mexerem com coisas erradas, então a autora vai brincar com essa questão da aceitação do cara que fez algo de errado e tenta se regenerar na sociedade.


A leitura desse livro foi bem tranquila, com um ritmo bom, daqueles que você lê sem ver. Isso hoje em dia é um bom mérito, porque às vezes você nem gosta de um ponto ou outro, mas quando a leitura engrena você vai. O livro engrenou e tem bom enredo, embora entregue coisas logo de cara. Assim, nas primeiras páginas você vai entender a relação do Carter com a Kat, a atração deles, e depois vai torcer para que a mãe aceite os dois. Isso não acontecerá logo de cara, o que é coerente já que a maioria de nós tem preconceito com pessoas que já foram presas. A mãe só quer protegê-la, mas faz isso sufocando a garota. Os dois enfrentam alguns obstáculos e no fim tudo fica bem. O livro sobre o Max tem me empolgado mais por envolver drogas e um drama que sabemos nesse primeiro. Acho que a leitura vai ser bem mais tensa.

A Arqueiro disponibilizou um conto, que físico da umas 50 pgs mais ou menos, chamado Eternamente Você e eu já li. Ele começa logo depois que Desejo Proibido termina e dá continuidade a cena final. A princípio esse conto me pareceu desnecessário, porém, ele faz um gancho com o segundo contando como o Max está lá aonde ele foi. O protagonista do terceiro também aparece aqui, mas só de relance. O conto é gratuito na pg da editora e é bem curtinho e rápido de ler.

Ele a segurou com firmeza, torcendo para que ela o mantivesse preso à Terra e impedisse que seu coração parasse de uma vez por todas.

Desejo Proibido (Desejo Proibido, #1)
Sophie Jackson
Editora Arqueiro: Twitter/Facebook


4 comentários:

  1. Oi Deni, tudo bem?
    Eu quero ler esse livro, pois minha colunista leu e gostou muito. Eu espero fazer a leitura ainda esse ano.
    Ótima resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  2. Oi Deni!! Adorei seu blog e estarei sempre aqui. Já estou te seguindo em todos os lugares hahaha
    Publiquei minha resenha para este livro hoje, e ao visitar seu blog, vi que também tinha resenhado e precisei conferir sua opinião.
    Gostei muito, achei bem trabalhado, e esse lance dos obstáculos e a demora para o casal finalmente ficar junto, foi o que mais me prendeu na leitura.
    Sobre as cenas de sexo, como também demoram para acontecer, achei suave rsrs. Agora, em relação ao conto (você já leu?) é um verdadeiro pornô (exageradamente falando).
    Não sabia que o próximo livro será sobre Max, estou bem curiosa e quero conferir.
    Beeeijos
    lua-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi BIa, já li o conto sim e realmente é bemmm mais quente que o livro.

      O protagonista do segundo é o Max e o do terceiro é o Riley. =)

      Bjs!

      Excluir
  3. De fato eu nunca me interessei muito por livros com essa temática, mas esse está sendo um dos únicos que eu sinto realmente vontade de ler, que realmente me interessa. Acho que a minha lista de livros vai aumentar esse ano drasticamente. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.