Resenha: A rainha Vermelha

26/10/2015


O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.


A Rainha Vermelha A Rainha Vermelha # 1
Victoria Aveyard
Editora Seguinte: Twitter/Facebook

2 comentários:

  1. tenho lido muitas resenhas deste livro e confesso que inicialmente tinha uma outra visão dele que de cara me fez repudiá-lo... só que agora eu quero muito lê-lo, não só pelos seus elogios, mas também porque percebi que a trama tem um poder de evolução e conquista muito forte!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro super rápido a história me prendeu, mas não gostei de na leitura vc perceber que a autora usou "ideias" de outros livros e nem é disfarçado isso. Tinha como ser original, mas teve esses trechinhos descarados que me desagradou.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.