Cine Cult: Missão: Impossível - Nação Secreta

13/08/2015

Missão: Impossível - Nação Secreta | Nota ★★★★ (Ótimo) | Estreia: 13 de Agosto de 2015 
Texto: Ana Marta | Revisão: Kamila Wozniak 

"Espero chegar aos 53 anos de idade em perfeita forma, assim como Tom Cruise vem se mostrando nos últimos anos"


Neste quinto filme da franquia "Missão: Impossível" intitulado de "Nação Secreta", vemos novamente Ethan Hunt (Tom Cruise) em ação, descobrindo sobre um secreto sindicato que é "real", que foi treinado e equipado assim como os agentes da IMF. E Ethan Hunt e seus companheiros agentes terão que se unir para combater o plano do sindicato que tem como objetivo destruir a IMF.

Já deixando claro, não irei comparar em momento algum com os filmes anteriores. Cada um tem seu objetivo e contexto para trazer uma ação digna a sua narrativa. Missão: Impossível - Nação Secreta já inicia com "adrenalina" acompanhada de tensão e suspense na flor da pele. Haja folego e força do Tom Cruise em não usar dublê em certas cenas do filme. Não é preciso nem dizer sobre a cena do avião, aquilo ali, meu amigo... é simplesmente de tirar o coração pela boca com as próprias mãos. Com certeza, o ator consegue transparecer a sua interpretação ao personagem, mas tem momentos que ele arrisca por demais a própria vida. Mas fora esse momento louco do ator, a cena inicial conseguiu prender-me a trama até o final do desfecho (ouvir a trilha sonora tema e ainda misturar com outros tons de músicas, É EXCELENTE em todos os aspectos).

O roteiro é de uma estrutura muito simples por sinal, não requer muita complexidade para entender o que realmente o protagonista, o antagonista e subtramas estão propondo para o público. Claro, que haverá pontos que poderiam ser encurtados e até mesmo enxugados, afinal um filme com 2 horas de duração não é algo que o público de hoje é acostumado de ver na sessão. Há aquele preconceito com filmes muitos longos, mas Missão: Impossível - Nação Secreta valeu cada minuto.


Apesar desse ponto, que não considero negativo ou que possa atrapalhar a trama, a narrativa trabalha muito bem a trama principal e suas histórias secundárias. Até o próprio antagonista passa uma ameaça convincente nos minutos que é citados ou visto na tela. Claro, não é o único antagonista da trama; mas é o principal e que liga com todos os desfechos e principalmente da personagem feminina Ilsa Faust, interpretada por Rebecca Ferguson. E sim, a atriz rouba a cena desse longa além do Tom Cruise. Ela consegue transmitir em poucos minutos quase toda a sua personalidade e também a sua atuação digna, trazendo uma personagem forte, elegante e para os demais: sexy!

Além desses detalhes, o roteiro também trabalha bem a questão de equilibrar e harmonizar o alivio cômico e que todos querem/desejam: AÇÃO o tempo todo. As cenas são sincronizadas e colocadas nos pontos chaves da trama, assim trazendo momentos únicos e com muito suspense. Não vou revelar, afinal você tem que assistir nos cinemas, mas vai ter cenas que vão te deixar com coração na mão, sem fôlego, tenso ao ponto de segurar a cadeira e sem mencionar a agonia, principalmente trazida pelo protagonista.


A ação não o único ponto forte deste filme, os personagens principais são o cargo chave e trazem com excelência a adrenalina e suspense em volta da trama principal. Com certeza o destaque vai para o ator Tom Cruise, que senti um amadurecimento no seu personagem e sem mencionar a boa forma de ainda conseguir fazer as cenas de ação. Parabéns! Tiro meu chapéu para você. Enquanto aos outros atores como Simon Pegg, Ving Rhames e Jeremy Renner equilibram bem no ponto de base dramática e cômica para o protagonista, assim como Alec Baldwin em participações pequenas; porém essenciais.

Missão: Impossível - Nação Secreta vale cada minuto da sua vida, como uma ótima sessão de ação frenética com visual sensacional e transmitindo bem o universo da história. Consegue ser melhor do que o roteiro de Quarteto Fantástico (risos). Com certeza, uma recomendação nota 10!

Obs: Apesar da ação ser uma escala ótima, ainda não chega aos pés do Mad Max - Estrada da Fúria. Não vou parar de amar este filme. Fato!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.