Resenha Hot: Black para Sempre - Forever #1

27/07/2015


O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente.

Black para sempre é um livro que fez bastante sucesso lá fora; ele segue a linha dos adultos eróticos e conquistou muitos fãs. Já tinha lido algumas resenhas bem positivas e a minha curiosidade estava a mil. Ele é sobre uma pintora, Elle, que acaba de perder o namorado, a principio não existe uma razão plausível para isso, quando conhece um cara bêbado e decide levá-lo para casa. O que Elle não imaginava era que o bêbado fosse um dos solteiros, e ricos, mais cobiçados do momento. Só que Connor, o bêbado em questão, não se envolve com mulheres, ele apenas as usa. Elle mão quer ser mais uma na sua lista e Connor não quer continuar a sentir o que está começando a brotar no coração, então só resta a eles serem amigos, mas é claro que isso não dá muito certo.

A Elle narra o livro e eu achei que seria só ela narrando, quando me deparo com apenas um capitulo com o ponto de vista do Connor. A Elle é uma personagem que manda sinais errados para os personagens do livro e para os leitores. Ao mesmo tempo que você pensa que ela é uma mulher determinada e sem neura, ela vira uma menina que não quer ficar sozinha e arma barracos. Uma parte disso eu até entendo, porque tentei me colocar no lugar dela e com o seu segredo algumas coisas são relevantes, mas tem horas que é demais. O Connor é bem típico, o presidente de uma empresa e milionário. Ele vai ser aquele tipo de cara que por fora é uma armadura e por dentro um garotinho que busca amor. Isso também é algo recorrente em mocinhos.


Eu coloquei no título que Black para sempre é hot, mas não é bem nessa categoria que ele se encaixa; ele é um livro adulto sensual. O romance é o forte e as cenas de sexo complementam isso, o que sempre me agrada mais. Acho que assim não fica forçado e foca mais nos personagens e no desenvolvimento do enredo. As cenas hots são poucas e não tem muito detalhamento nelas. A química do casal é boa, mas eles são um pouco explosivos, e a personalidade da Elle contribui para isso. Quando eu digo que ela manda sinais errados é bem nessa parte, onde você pensa que ela é madura e de repente a menina dá um ataque de ciúmes e tem vontade de bater na mulher que se aproxima do Connor. Eles brigam em muitas partes do livro, por causa da Elle; ela acaba sendo imatura em alguns momentos, sério, não sei como o Connor aguenta.

O envolvimento do casal não começa logo de cara, o que eu também prefiro. Eles meio que não se gostam no começo, mas sentem atração um pelo outro. Eles só vão fazer esse envolvimento acontecer, de fato, mas para a metade do livro, quando já conhecemos uma parte da estória. Os dois tem um segredo, um envolvendo doença e outro uma mistura de morte e traição. Apenas no fim descobrimos o que é de verdade, mas lendo com atenção já dá para descobrir o que é o segredo da Elle, o do Connor eu só peguei quando ele explicou o que era. Achei o segredo da Elle batido e o do Connor forçado. Não é uma coisa que eu ache que seja comum e nem engoliria se um cara dissesse para mim. É como se ela quisesse que o segredo dele fosse diferente, que relativamente é, mas não ficou real.

Embora o livro tenha dois pontos que eu gostei, cenas mais sensuais do que eróticas e um relacionamento que demora mais para acontecer, o livro não me prendeu totalmente. Muito pelo segredo do Connor, que me murchou quando eu descobri, e também pelo final. A autora já escreveu 5 livros dessa série, uma trilogia e dois spin-offs. Até aí tudo bem, mas neste livro ela fecha o enredo e vai além, ela conta o depois do felizes para sempre, então eu não entendi a razão de lançar mais dois. É claro que dá para imaginar o porquê, mas não tinha necessidade e o gancho para o próximo também não é lá grande coisa. Foi um livro bom, que se você ler no momento certo, quando quer algo mais leve e descontraído, vai gostar. Só não espere algo muito espetacular, pois dentro do que já foi lançado é um livro ok apenas.


www.seja-cult.com
Black Para Sempre - Forever #01
Sandi Lynn
Editora Valentina: Twitter/Facebook

 

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.