Resenha Hot: Daisy está na cidade

05/06/2015


Daisy Lee Monroe está de volta a Lovett, Texas, e depois de muitos anos descobriu que pouca coisa mudou. Sua irmã continua uma louca e sua mãe ainda tem flamingos de plástico rosa no quintal. E Jackson Lamott Parrish, o bad boy que ela havia deixado para trás, ainda é tão sexy quanto antes. Ela gostaria de poder evitar este homem em particular, mas ela não pode. Daisy tem algo a dizer para Jackson, e ela não vai a lugar nenhum até que ele escute.

Jackson aprendeu a lição sobre Daisy da maneira mais difícil, e agora a única palavra que ele está interessado em ouvir dos lábios vermelhos de Daisy é um adeus. Mas ela está surgindo em toda parte, e ele não acredita em coincidência. Parece que a única maneira de mantê-la quieta é com a boca, mas beijar Daisy já foi sua ruína no passado. Ele é forte o suficiente para resistir a ela agora? Forte o suficiente para vê-la sair da sua vida novamente? Ele é forte o suficiente para fazê-la ficar?

Depois de 15 anos Daisy está de volta à Lovett. O único propósito dela é contar ao Jack algo que ela escondeu dele por todos esse anos. Antes eles eram melhores amigos e apaixonados um pelo outro, faziam tudo junto e tinham planos para uma vida feliz. Agora eles são dois estranhos, ressentidos pelas escolhas que ela tomou e que mudou a vida dos dois para sempre. Não vai ser fácil conversar com Jack, ele agora é um mulherengo amargurado que não quer ver Daisy nem pintada de ouro. Apesar deles não se suportarem, o que não mudou depois de todos esses anos é a paixão que eles sentem apenas por estarem no mesmo ambiente. Pensando nisso, Daisy força a sua presença para que Jack fale com ela, mas a brincadeira pode custar caro e com consequências para os dois.

A narrativa do livro é em terceira pessoa, acompanhando o Jack e a Daisy. O Jack é um texano que você tem que ter cuidado, por fora lindo e por dentro uma panela de pressão. Ele é rústico e fala o que pensa, pega o quer e meio que não liga para ninguém. Aquele tipo de cara difícil de lidar seria o modo certo para descreve-lo. A Daisy já é mais tranquila, embora seja atormentada por fatos do passado. Ela acaba sendo covarde e adia contar logo o segredo que a fez voltar para a cidade natal. Se ela fosse mais determinada e decidida contava logo, mas sei que isso combina com o enredo e que por causa dessa demora a autora estruturou o livro. É só que é estranho ver como as pessoas criam empecilhos para a verdade e são elas mesmas que constroem isso, por medo, puro e simplesmente medo.

Daisy Lee Broks, a fantasia de todos os tarados do Colégio Lovett, estava de volta à cidade, virando cabeças e seduzindo os homens com um sorriso.


Quando eu falei sobre esse livro na caixinha do correio, disse que não tinha nenhuma obra da Rachel Gibson que tinha me arrebatado, e continuamos nesse patamar. Porém, Daisy está na cidade foi um dos mais divertidos que li dela até agora. O Jack e a Daisy se gostam, mas por conta do passado mal resolvido, eles não admitem isso, o que causa várias tiradas engraçadas. Eles são provocadores e metem os pés pelas mãos em alguns momentos e quem se diverte com isso somos nós. A personalidade do Jack é a de um cara sarcástico, desbocado e que não leva desaforo para casa, então as coisas que ele fala (a tradução contribuiu para isso também) e faz podem parecer demais em algumas cenas, mas engraçadas em outra. As cenas da Daisy com a irmã doida, também são para o lado da comédia. Ela enfiando o carro na casa do ex-marido é triste e cômica ao mesmo tempo.

Mesmo eles passando quase o livro todo tentando fingir que não se gostam, eles pegam fogo juntos. Por se conhecerem desde a adolescência, não tem aqui o amor à primeira vista que eu tanto abomino em romances desse tipo. Quando a Daisy volta eles vão se redescobrir, passou 15 anos, muita coisa mudou, só que não a atração. São poucas cenas de sexo, mas descritivas e durante a narrativa tem algumas palavras ligadas a isso. Como eu disse, o Jack é desbocado e outros personagens também. O casal combinou muito e a autora acertou em ter feito eles equilibrados ao contrario em cenas de tensão sexual, quando o Jack é sensual a Daisy é tímida e quando ela parte pra cima, o Jack recua. Isso acabou não deixando as cenas previsíveis.

Ninguém poderia fatiar você por dentro se você não lhe entregar uma faca. Ele não achava que isso o tornava amargo, fazia dele apenas um homem que aprendia com os próprios erros.


Tem só um ponto nesse livro que eu não consegui gostar e por isso tirei uma estrela dele no skoob, que foi a autora demora para desenrolar o segredo da Daisy. A gente sabe desde o começo o que é esse segredo, mas a Daisy não conta e foge disso sempre que pode, deixando para o final a revelação, é claro. O livro teria facilmente umas boas 50, 80 pgs a menos se ela segurasse o segredo um pouco, mas não demais. Fora isso a leitura é divertida e rápida, flui muito bem com a química do casal. Eu considero isso como pontos chaves num romance onde você já sabe como vai terminar. Os detalhes e personagens precisam ser bons para te fazer ler até o final, mesmo com uma ressalva a Rachel consegue isso.

Não sei bem como vai ser a série aqui no Brasil, acho até que outro livro foi lançado pela Jardim dos Livros, mas pretendo acompanhar. Queria que tivesse um livro para a Lily, irmã da Daisy, a doida.

www.seja-cult.comDaisy Está na Cidade - Lovett, Texas # 1
Rachel Gibson
Jardim dos Livros (selo Geração Editorial)

4 comentários:

  1. Oi, Denise!

    Gosto bastante dos livros da Rachel Gibson, tão divertidos e leves. Concordo contigo, a enrolação nunca é uma boa escolha e acaba arrastando a leitura ou cansando o leitor. Fico contente em saber que apesar disso, a história foi bem fluída e envolvente. Comprei este livro assim que foi lançado, mas ainda não tive tempo de ler. Pretendo fazer isso em breve!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. oi flor, estou impressionada por seus bons comentários, é claro que vou querer dar uma espiada mais a fundo ao livro, a autora tem tudo para entrar na lista das favoritas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise, tudo bem?
    Eu adoro a Rachel. E gostei de todos os livros dela que já tive o prazer de ler.
    Você teve praticamente as mesmas impressões que eu desta leitura.
    Quanto a sua vontade que tenha um livro da Lilly, fique sabendo que ele existe. Ele foi publicado pela Jardim dos Livros antes desse. Ou seja o livro dois foi lançado aqui antes do livro 1... kkkk
    O título é Maluca por Você, e tenho resenha dos dois livros lá no blog.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. https://www.facebook.com/tatyyanna/posts/1229867150358623 aqui compartilhei e convidei muitas amigas. para mim com certezaRaquel Gibson é uma das minhas favoritas. Dayse ate que gostei, so li a resenha, mas assim que meus livros chegarem vou ler todos e com certeza voltarei e comentarei um a um bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.