Resenha Hot: Fingindo

16/03/2015


Fingindo - Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la. 

Com seus cabelos cloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. 

Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você. 

Cade acabou de ser chutado pela melhor amiga e não está lidando tão bem assim com a situação, ainda mais que ela insiste em esfregar seu namoro perfeito na cara dele. Em um dia qualquer em um café, uma garota cheia de tatuagens e com os cabelos coloridos lhe faz uma proposta: ser o namorado dela por um dia. A principio Cade acho a situação engraçada e não vê mal nenhum nisso, mas ao saber que ela na verdade esconde dos pais, e do mundo, quem ela é de verdade, tudo fica um pouco mais complicado. Max só quer viver dá sua música, mas como são os pais, certinhos e caretas, quem banca ela, ela sabe que têm que andar na linha. Mas esse estranho, que agora é seu namorado, a fará repensar em alguns pontos de sua vida.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo Cade e Max. O Cade eu me lembro de algumas coisas sobre ele no primeiro. Ele é amável, daquele tipo de amigo ponta de triângulo, que sempre sobra nas relações. Fiquei feliz por ele ter ganhado um livro e a sua garota, mas precisava ela ser tão complicada assim? A Max tem uma personalidade muito confusa, de gente que quer muito, mas não decide com tranquilidade e paciência o que quer, uma coisa de cada vez. Eu não achei que os dois combinam, e não estou falando na questão de aparência, digo de personalidade. Tanto que a Max não deixa claro se ela tem ou não a capacidade de dar ao Cade o que ele quer. Eles não me passaram a impressão de casal que fica junto, mesmo.

Se era um erro, foi o melhor que já cometi.


Aquele aviso básico aos navegantes que gostam de ler as séries fora de ordem. Esse livro tem um novo casal, diferente do anterior, mas o Garrick e Bliss estão presente. Explicando melhor. O Cade, é o melhor amigo da Bliss, então ele aparece razoavelmente no primeiro livro, em Fingindo a estória é dele, mas no começo do livro a Bliss aparece com o Garrick. Tem mais um detalhe ai, o tempo de um livro entra no outro. Na cena final de Perdendo-me acontece uma coisa que é repetida em Fingindo e avança um pouco mais, é como se os livros acontecessem simultaneamente por um tempo. Falando assim pode parecer que os dois anteriores fazem parte da estória atual, mas não é tanto assim, é só para desvencilhar o amor que o Cade sentia pela Bliss no começo.

O que me fez amar o primeiro livro e a escrita da Cora, foi a comédia na estória; foi o fato que eu me diverti lendo e recomendava para todo mundo que queria um romance sensual para descontrair. Por ser uma 'sequência' eu esperava mais ou menos a mesma fórmula em Fingindo, mas não encontrei isso. Num primeiro momento sim, uma situação nada a ver envolvendo o Cade com a Max, os dois tendo que fingir que são namorados me rir, mas depois a autora foi para a dramaticidade e o livro perdeu a comédia completamente. Ele não ganhou 5 estrelas comigo, como aconteceu com o anterior, porque eu queria rir com essa estória e não me emocionar. Li esperando uma coisa, até pela sinopse também, e encontrei outra.

Eu aprendia mais sobre mim mesma ao ver como ele me olhava. Cade acabava com as dúvidas, medos e raivas. Ele fazia com que eu me sentisse como a melodia, e não o acompanhamento.


Essa questão da emoção eu não vou entrar em muitos detalhes por que ela é a alma do livro como vocês puderam perceber pelo paragrafo de cima. O Cade tem um histórico de abandonos, de perder pessoas não para a morte, mas por elas simplesmente irem embora. A Max é bem complicada porque ela tem um problema não só com a família, mas com ela mesma. Ela tem dificuldade em se aceitar e de mostrar isso para as outras pessoas. Sobre o hot no livro. Classifiquei assim no título, mas ele passa bem longe disso. É um livro que tem sensualidade, só que na hora H, a autora preferiu ser mais contida e menos explicita. Então é uma boa pedida para quem não gosta de livros tão direto ao ponto nesse quesito.

Embora eu não tenha gostado de um ou outro detalhe, não consegui ler devagar, como normalmente leio. A narrativa da Cora é ótima, rápida e envolvente. Eu queria rir com o livro e não me emocionar como disse, mas também não conseguia largar ele até terminar. Ainda prefiro o primeiro pela comédia e não ter que pensar muito, só que esse também é bom, ainda mais se você gostar de livros mais dramáticos ou ler ele num momento propicio. Tô falando assim como se fosse um drama imenso, mas fica o aviso de que Fingindo não é uma comédia romântica e sensual como o primeiro. O último livro vai ser sobre a amiga da Bliss, que aparece no primeiro e nesse segunda está viajando pela Europa. Mochilão.... humm!!

... isso é tudo o que podemos pedir na vida: que um começo sempre surja depois de um fim.


Fingindo - Por quanto tempo você consegue prender alguém? Losing It # 2
Cora Carmack
Editora Novo Conceito: Twitter/Facebook
www.seja-cult.com

2 comentários:

  1. Engraçado, não estou me lembrando do Cade e nem dessa relação dele com a Bliss.
    Quer dizer que é um casal sem conexão!? Que pena...
    Apesar de que de qualquer forma não estava pretendendo ler esse livro.
    Gostei do primeiro, mas não foi nada que tenha me impressionado ao ponto de tentar outros.
    Acho que ela escreve "mais do mesmo". Não tem nada que grite originalidade. E nessas histórias NA e YA, já tem uns assuntos bem batidos, né?!
    Enfim, ótima resenha!

    Bjos!
    http://lapiselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, O Cade e Bliss são amigos no primeiro, só que ele é apaixonado por ela e leva um belo de um não. Não são um casal, mas tem uma estória. =)

      Bjs, Denise.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.