Cine Cult: Para Sempre Alice

11/03/2015

Para Sempre Alice // Nota: 4 estrelas // Estreia: 12 de Março
Texto por: Ana Marta // Revisão por: Jonathan Humberto  

"Um conflito real de forma fria e dramática, acompanhado da performance excelente de Julianne Moore". 


O longa-metragem é baseado no livro escrito por Lisa Genova, intitulado: "Still Alice"; que narra a história da Dra. Alice Howland (Julianne Moore), uma renomada professora de linguística que construiu grandes projetos profissionais e pessoais. Porém, acaba descobrindo que possui mal de Alzheimer, que testará a força da Alice e de sua família.

O roteiro constrói sem forçar nas cenas e trazer um lado melodramático (encaixaria mais ou menos numa estrutura de uma novela, porém mais resumida e com enredo mais interessante). Já nas primeiras cenas da trama, traz algumas pistas sobre a doença no estágio inicial e que vai se manifestando na personagem durante a apresentação da história. Para trazer com excelência tanto os personagens quanto a trama, o roteiro é inteligente em construir o universo da personagem aos poucos, transmitindo sem pressa ou adiantamento o conflito que mudará totalmente a vida de Alice. O próprio perfil dela é bem apresentado, mostrando com clareza o lado sentimental do antes e depois com a doença de Alzheimer.


O que mais me intrigou, foi a forma sutil de aos poucos Alice trocar nomes, esquecer partes de discursos de palestras e na sala de aula. A forma que é trazida visualmente, choca e entristece (aqueles que tiverem um coração mais meloso podem perder algumas lágrimas) pela forma dolorosa e dramática que as memórias de Alice desaparecem conforme o avanço da doença.

Para trazer ainda mais a convicção e o lado dramático, os atores bem escalados para cada papel foram fundamentais para o crescer da narrativa, sem deixar a bola cair em momento algum. Claro, temos que destacar a atriz Julianne Moore (merecido com muito louvor a estatueta de Melhor Atriz no Oscar 2015). Foi a grande atuação da atriz que me convenceu em todos os pontos. Desde que ela vê que tem algo errado, a ida ao médico (a câmera tem a posição de mostrar, em plano fechado a expressão da personagem) e como ela vai reagindo ao decorrer dos exames; e como a família recebe a notícia.


Você sente todos os momentos de queda da protagonista e aos poucos perdendo tudo que construiu no decorrer do seus 50 anos de vida. Haverá várias cenas de obstáculos atrás de obstáculos tanto para Alice quando para a família. Mas tem uma em especial, que resume bem o que a personagem está passando e o que ela está sentindo por dentro. Com certeza, traz toda a emoção e força de lutar, mais a tragédia em volta de perder todo o conhecimento, que infelizmente não tem cura. A Julianne Moore conseguiu trazer bem todos os aspectos da personalidade da protagonista na trama.

Quanto aos outros nomes conhecidos, daria um ok para a personagem Lydia Howland (Kristen Stewart). Quem olha para a atriz (acho que quase tudo mundo deve ter notado), que ela não traz vida para as interpretações dos seus personagens (não irei comentar sobre a saga Crepúsculo). Neste filme, Kristen Stewart conseguiu me surpreender com uma atuação boa e ainda dizer: "Eu sou uma boa atriz"! Ela tem um peso na história por não se dar bem com a sua mãe Alice e com a doença avançando, observamos a jornada de aproximação até o ato final do filme.


O clímax definirá realmente quem ficará ao lado de Alice quando chegar no nível crítico da doença. Já os atores Alec Baldwin, Kate Bosworth, Shane McRae e Hunter Parrish conseguem trazer admiráveis personagens e sendo uma base importantíssima para Alice. Porém, em alguns pontos senti uma falta da visão deles sobre a doença. Já que o filme é sobre a luta e a força de Alice em tentar se manter firme, mesmo com a doença. Então, só dá pra ver o que acontece na visão da personagem e não muito da família, mas tenho que dizer que o final emociona ao fechar a história de forma excepcional.




6 comentários:

  1. Quero muito ver este filme, ele parece ser ótimo. A trama me atraiu bastante. Fico feliz que você tenha gostado!
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Caroline, assista porque vai se emocionar de todas as maneiras *-* Obrigada!
      Obrigada por comentar :D

      Excluir
  2. quero muito ver esse filme! coo a Ana Caroline comentou, este enredo me surpreendeu e prendeu!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaila, muito bom ver que o filme chamou atenção. Assista² hehehe
      Obrigada por comentar :D

      Excluir
  3. Eu quero tanto, tanto, tanto ver esse filme. Claro, porque a protagonista dele ganhou um Oscar, mas também porque eu amo dramas e filmes assim!

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clara, se você ver esse filme...vai se emocionar! Até saiu uma lágrima em algumas cenas.Vale pena :)
      Obrigada por comentar :D

      Excluir

Tecnologia do Blogger.